A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 

 

JOSE ROBERTO TAKEO ICHIHARA
Publicações
Perfil
Comente este texto
 
Artigo
 
Reportagem inadequada?
Por: JOSE ROBERTO TAKEO ICHIHARA

Quando a liberdade de expressão é limitada...


Causou indignação aos fãs do presidente Mito um artigo sobre os familiares da primeira-dama, Michelle Bolsonaro, na revista Veja. Muitos declararam que isso é o puro antijornalismo, uma clara intenção de atingir o seu esposo, o Jair Bolsonaro, a verdadeira baixaria dos covardes que torcem contra o país. Por que isso teve essa repercussão? O texto não exibe nada que possa orgulhar ninguém, mas o presidente não rebateu, muito menos desmentiu a publicação, apenas disse que a sua esposa estava arrasada. Afinal, família é o sustentáculo de uma nação.
Quem milita na política ou exerce cargo público não poderia desconhecer que a mídia vasculha a vida de todos. Portanto, aqueles que se consideram exemplos de retidão e vivem atacando os adversários... não esperem clemência dos opositores e dos desafetos. O jogo do poder não se pauta por princípios éticos e morais como muitos pregam nos seus pronunciamentos. A prática está mais para o “bateu, levou” que para o “dar a outra face para receber outro tapa”. Nessas horas não adianta dizer que só agora isso veio à tona – os podres são usados assim.
Mas o que aconteceria se as notícias desagradáveis fossem entre as pessoas que o atual governo define como “cocô do Brasil”, a raça de corruptos e comunistas que deve ser varrida nas próximas eleições? Será que a forma de se dirigir aos opositores merece um tratamento educado, polido e civilizado? Aliás, o atual presidente tem usado e abusado do termo escatológico para simplificar assuntos extremamente complexos, pelo menos as suas declarações têm mostrado isso. Mas o combate à corrupção, quando envolve sua família, mostra como ele se comporta.
Os falsos moralistas ficam enjaulados quando se veem na situação de vidraça. Mudar o comando do COAF, o órgão que fiscaliza movimentações financeiras atípicas? Substituir o chefe da Polícia Federal do Rio de Janeiro, onde poderia ocorrer uma investigação sobre milícias e rachadinhas? Exonerar o diretor do INPE, que divulgou dados inconvenientes e sigilosos? Onde fica a tão falada transparência deste governo? A solução é prender o jornalista que divulgou conversas indecorosas entre um juiz e o procurador, com a finalidade de condenar alguém?
Infelizmente quem esperava um país totalmente diferente do que os petistas deixaram sente um gostinho de derrota. Adianta dizer que os anteriores fizeram o mesmo? Este governo não era para fazer tudo dentro da ética, da moral e da transparência? Que exemplo deu o novo presidente quanto a nomeação do filho para a Embaixada dos Estados Unidos? Como os bolsominions assimilaram a declaração do ministro da Educação dizendo que o corte de R$926 milhões na Educação foi para as emendas parlamentares – aprovação da Reforma da Previdência.
Lamentavelmente muitos inocentes ainda não perceberam o cerco que está se formando ao redor do cidadão comum. Nenhuma medida aprovada tem o objetivo de melhorar a vida do trabalhador assalariado. Há uma clara tentativa de calar a população e impedir as manifestações através da leitura, das artes e do pensamento livre. O objetivo é dar vazão ao ódio, à discriminação e ao preconceito – e resolver colocando armas nas mãos dos que concordam com isso. Até a vitória parcial de um candidato da esquerda noutro país reflete internamente neste governo.
Curioso é que o inadequado e antiprofissional de hoje era muito elogiado em passado recente. A própria Veja, que batia semanalmente na gestão petista, agora é malvista pelos que estão no governo. Tudo que se lia, assistia e ouvia nos meios de comunicação preenchia uma necessidade inadiável de acabar com a corrupção, o nepotismo e o aparelhamento do Estado. O que se ouve sobre o exagero de cargos ocupados por militares da reserva, muitos sem o preparo técnico para exercer a função? Mas num país onde o presidente pode tudo, além de mandar...


J R Ichihara
18/08/2019

 Comente este texto
 

Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: TVOF (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP sera enviado junto com a mensagem.