A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 
Sonetos
 
"A MÃO DO POETA".
Por: Antonio Hugo


"A MÃO DO POETA".
(Soneto).



A mão que escreve os versos, falece;
o cérebro, que cria os versos, tenta em vão,
os seus versos feitos, vivos permanecem
os seus poemas, pulsam no seu coração.

Descansa o corpo que carregava o poeta
ecoa o silêncio, que calou a sua voz,
agora é a voz, dos discípulos, do profeta
e o espírito, que se encarnou em todos nós.

Um só poeta se encarnou em tantos outros
porque o poeta não se foi, se foi seu corpo,
e a sensibilidade que aflorava nesse dia.

Multiplicou os criadores de poemas
que com harmonia regeu o triste tema,
e em coral, cantando a linda melodia.




Autor: Antonio Hugo.

 Comente este texto
 Paralerepensar


Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: PYRC (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP sera enviado junto com a mensagem.