A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 
Sonetos
 
É ASSIM QUE EU TE AMO!
Por: Vilma Oliveira

É assim que eu te amo: Embevecida!
Na augusta solidão dos meus desejos
No afã da longa espera, enlanguescida,
Nessa ilusão cálida dos teus beijos!

É assim que eu te amo: Ávida loucura!
No desaguar das ondas frente ao mar
Espumas de ilusões são as venturas
O gozo divinal é o dom de amar!

O sonho dos meus sonhos desfalece
O nosso lábio unido é a prece...
A veste sublime, manto crepuscular;

Vês! Quão bela fonte a jorrar nos céus
Gotas cristalinas nesses olhos teus...
Em lágrimas, por não poder me amar!

 Comente este texto
 Paralerepensar


Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: bLCE (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP sera enviado junto com a mensagem.