A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 

 

 
Crônica
 
A TERNURA DAS CRIANÇAS
Por: SALETI HARTMANN



Um aluninho da Pré-escola encheu meu coração da ternura mais linda que já senti.

Ele costuma ter atritos com seus coleguinhas, e, seguidamente, chamo a atenção, irritada, e o mando para a cadeira do pensamento por um bom tempo.

Parece que a cadeira do pensamento é um tanto mágica, pois, numa tarde, assim que ele foi liberado, veio postar-se diante de mim, e, meigamente, falou:

"- Profe Multi, eu queria trazer uma flor pra ti, mas me esqueci..."

Ficou me olhando com uma carinha linda, e continuou:

"- Se eu quero trazer uma flor, não posso me esquecer, não é mesmo?"

Fiquei desconcertada, pois tinha acabado de dar uns bons xingões para ele, e, de repente, estava um anjo de ternura conversando comigo, como se tivesse recebido um abraço meu, não severas advertências.

Felizes dos pais que têm um filho de alma tão pura e linda, que consegue emocionar e encantar a alma da gente.

Enfim, em plena era tecnológica, as crianças ainda oferecem flores para suas professoras... e balas, e bolachas, e desenhos encantadores....

Tomara que saibamos valorizar e educar com muito amor estas pequenas criaturinhas que são um verdadeiro presente do céu.

Saleti Hartmann
Professora e Poeta
Cândido Godói-RS

 Comente este texto
 Paralerepensar


Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: XTSX (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP sera enviado junto com a mensagem.