A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 
Sonetos
 
SONETO PREMATURO
Por: Vilma Oliveira

Leio todos os dias esses versos de amor que eu te escrevi
e que tu nunca irás ler, isso eu bem sei! Acordo em chamas.
Um silêncio sepulcral envolve meu coração. Quando se ama
as chagas sangram sem parar... foi assim, desde que te perdi!

À nascente do meu olhar aturdido ecoou a voz do vento, aguda
e enternecida. Tenho feito loucuras para me aproximar do teu
leito de morte. Agora, tu fazes parte desse mesmo mundo meu.
Pequeno mundo ilusório onde agonizo, há quem me acuda? ...

Entrego-me nas mãos diáfanas dessa divindade Maior!
Rego as flores desse meu poente acetinado e nele escuto
a tua voz aos meus ouvidos tontos de esperar-te falar...

Um calor de saudade evapora-se no vazio desse amor...
Fecho os meus olhos a esse mundo e me visto de luto.
Como um lampejo, vem da eternidade teu lento despertar...!!


 Comente este texto
 Paralerepensar


Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: UJYR (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP será enviado junto com a mensagem.