A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 

 

José Arthur de Oliveira
Publicações
Perfil
Comente este texto
 
Artigo
 
Paz de Consciência
Por: José Arthur de Oliveira

No mundo, somente a paz de consciência, em qualquer fase de nossa vida, quer na juventude ou na maturidade, pode se aproximar daquilo que supomos seja a felicidade, pois nossa paz de consciência não depende dos outros e nem das circunstâncias. A Paz de consciência nos conecta com o que há de sublime, belo e com a vontade de Deus.

Daí a imensa capacidade de trabalhar e de reagir que a paz de consciência nos inspira ante os infortúnios.

Paz de consciência é sempre cumprir com nossos deveres e obrigações, qualquer que seja nossa condição, na família, no trabalho e não importa sua posição na hierarquia social.
Cada um de nós está, neste exato momento, diante de decisões incômodas a serem tomadas; então, que seja a paz de consciência o nosso farol.

Mas, existe diferença entre o Dever e a Obrigação?

Sim, pois ao negligenciamos o cumprimento da obrigação assumiremos o prejuízo de imediato ou logo mais adiante. Mas quanto ao Dever, será exigência imposta apenas pela nossa consciência, na prática do Bem

 Comente este texto
 Paralerepensar


Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: eRWX (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP sera enviado junto com a mensagem.