A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 
Poema
 
a poesia chama por mim...
Por: Natalia

puxo as persianas da noite
dou a volta ao trinco da porta
e a poesia chama por mim,
não é fácil desalojá-la do pensamento
é como semente da flor da saudade
no canteiro da horta
que ali depositou o vento,
vento que hoje me faz companhia
nesta noite que morre de angústia
por deixar o dia.

neste silêncio que me envolve
posso sonhar, o tempo
vai mudando minha sorte
e enquanto não me morre o pensamento
vou adiando a morte.
como folhas que caem no outono
me afasto da realidade
deixando-me nas estrelas só minhas
ao abandono,
a sós com a saudade.

as minhas palavras ficam roxas
da cor dos temporais
deixo frases inacabadas sobre
esse amor que ficou
entre gemidos e ais
em mais um dia que findou

natalia nuno

 Comente este texto
 Paralerepensar


Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: cLKM (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP será enviado junto com a mensagem.