A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 

 

Zélia Mendonça Chamusca
Publicações
Perfil
Comente este texto
 
Poema
 
Jazem aos milhares em caixões enfileirados
Por: Zélia Mendonça Chamusca


Jazem aos milhares em caixões enfileirados,
a fim de serem cremados,
para voltarem ao pó da terra, os finados…

E, os vivos em casa confinados…

Tudo é negridão, tristeza e dor,
é cinza, morte em estertor…

Choram os presentes
seus queridos entes
que sem despedida, partiram…

Ausentes…

Oh! Morte cega da humanidade!
Que foste criada por tanta maldade!...
Afasta-te de nós!
És a infâmia! És crueldade!
«»
Zélia Chamusca

 Comente este texto
 Paralerepensar


Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: URdF (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP será enviado junto com a mensagem.