A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 
Sonetos
 
Suicídio II
Por: Célio Gomes

Suicídio II

Vem da decadência do desfortunado.
Daquele que sofre a obsessão
Do tolo amoroso ao ser descotado
Do homem fanático na desilusão.


Vem do desgosto ou da falta de fé.
Da fatalidade do homem idolatra.
Daquele que sofre sabendo que é.
O tumulo anti claro da própia derrota.


Vem do desforço dos mais levianos.
Do ser imprudente, daqueles profanos
Do homem despeito na desafeição.

Vem da penúria do desmoronado.
Da falta faltoso do próprio bastardo.
Do homem, vencida na desolação.

Autor:
Célio Gomes

 Comente este texto
 Paralerepensar


Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: CJBP (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP será enviado junto com a mensagem.