A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 
Artigo
 
Lente de Aumento...
Por: Flávia Yeger

..: Não renegue sua deficiência visual, tire seus óculos da gaveta! :..

O mundo gira e, em sua rotação, crescemos e evoluímos a cada momento. Uma massa crítica passou a se formar desde o início desse século, e a visão de que SER tem um valor inestimável, perto do TER, tem incentivado pessoas à focar seus olhos para os problemas que a maioria das pessoas fingem não ver. Problemas como a fome, a ignorância, as ambigüidades capitalistas, o atrofiamento do cérebro, a cegueira para o ato de ajudar.

Problemas como esses necessitam simplesmente de pessoas que se importem com eles. Mas se importar simplesmente não basta. Os problemas precisam de mudanças para ser resolvidos, precisam de alternativas e caminhos, precisam da consciência e do comprometimento de TODOS.

Muitos já fazem suas “compras de consciência” mensalmente com contribuições financeira à entidades que nunca foram nem visitadas, mas essas ações não mudam atitudes. O problema é amenizado, mas não é resolvido.

Mudar atitudes é difícil, mas não é impossível. Para isso, é necessário ter algo maior algo chamado “consciência”. Consciência, infelizmente não se dá, nem se vende... ela nasce apenas nas pessoas dignas dela. Penso na consciência como um óculos de grau ajustado para que cada ser humano seja capaz de enxergar o reflexo de suas atitudes pro mundo e que possa alcançar vertentes muito maiores que seu próprio umbigo. Mas é necessário QUERER usar os óculos. É preciso ter a consciência do valor que aquilo possui. Meu pai sempre me dizia que de nada adianta ter um óculos se ele fica guardado na gaveta.

Então descobri que não adianta ensinar, gritar, colocar “goela abaixo” várias palavras sobre educação, respeito e empatia com o próximo. A teoria de nada serve se não há a experiência vivenciada, ou melhor sentida, por si mesmo.

Nossa capacidade de enxergar ainda é limitada. E ainda não temos ciência de que “formulas prontas” estão longe de serem suficientes para a explicação do universo. Para ter a consciência, é preciso SENTI-LA. As teorias são apenas teorias, e não é porque uma teoria não pode ser comprovada que os fenômenos deixam de existir.



Poucas são as pessoas que experimentam levantar a cabeça pro mundo e enxergar que não somos NADA sozinhos, fazemos partes de um TODO. Que, apesar de sermos diferentes um do outro, TODOS podem ajudar de alguma forma. Seja acalmar alguém com sua habilidade de falar, seja transmitir ensinamento com sua habilidade autodidata, seja colocar ordem em algum lugar com sua habilidade de impor respeito, seja contribuir financeiramente se você tem habilidade de multiplicar dinheiro.

Use sua lente de aumento para ver que há um mundo lá fora cheio de lacunas e fraquezas esperando por você, por que só você possui aquela habilidade particular para tornar tudo a sua volta mais harmônico.

Com o tempo aprendemos que certas coisas só se aprendem vivenciando-as, e que, apesar de pensarmos de formas diferentes, de reagirmos de formas diferentes, de sentirmos de formas diferentes, o que importa realmente, é que cada um pode ser feliz do seu jeito dentro de um TODO, dando e recebendo de uma forma única o que tem de melhor, completando e sendo completado, valorizando e sendo valorizado.

Aos PRIVILEGIADOS que tiveram a dádiva de se aliar a esses conhecimentos tão preciosos, e puderam saborearam esse gostoso sentimento de se sentir capaz em sua existência, assumindo-se no mundo, sabe que palavras são insuficientes para provocar mudanças. Então, abraçando a missão da disseminação desse conceito em cada hemisfério do planeta, eles, ou elas, ou mesmo você, tem plena consciência de que a única maneira de semear uma mudança é SENDO EXEMPLO.

Flávia Yeger | 21 de agosto de 2009

 Comente este texto

 

Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: ZKaP (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP será enviado junto com a mensagem.