A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 

 

 
Paródia
 
MELÔ LOUCO
Por: Luiz Gonzaga Bezerra






MELÔ LOUCO

Fogo é irmão, mão na arma, arma na mão,
É fogo cruzado, morte rápida, é loucura,
Loucura não! Filhos da vida caindo no chão,
Loucura de louco, louco não! É morte irmão.
Faca facão posta na mão, é contra mão,
Voando na multidão, fogo, dor lagrima não.
Chore por que chorar, a vida é louca, legal!
Morre o primo, meu irmão, entrou de bobo,
Caiu no chão, sangue é sangue é morte irmão.
Sangue na roupa, nas mãos, o que importa,
Se a morte chega de camburão, de graça,
Na massa é choro na escuridão...
Homens que vem vão às multidões,
Lesar o homem sem dó piedade,
Usurpando matando sem razão.
Louco é louco isso sim, isso não,
É justiça sem jurisdição punindo
O pequeno sem proteção.
Quebra coração, quebra as razões,
Morte ao homem, perdido ou não!
É uma vida irmão descendo ao chão
É lagrima é chora de mãe
Olhando o filho no caixão.

Luiz Gonzaga Bezerra

 Comente este texto

 

Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: MQMc (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP será enviado junto com a mensagem.