A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 

 

 
Sonetos
 
Soneto de sua volta
Por: Amanda Rodrigues



Escrevo versos tais, para que tu retornes
Espero tua volta como o mar espera a lua
Meu corpo clama, grita, obsecra pelo que mais venera,
Mas nada de tu retornares para meu gozo

E um recado difícil muda tudo,
Todo o sentido de minha consternação
Dizia no recado que mamãe trouxera molhado e manchado
Talvez por lágrimas de dor, ou lagrimas de júbilo

“Não regressarei jamais... e é só o que tenho a articular.”
Minha aflição agora mudou de lua nova, para lua cheia
Cheia de animosidade, cheia de um vazio imenso

Já que não queres mais brincar com seu filho pai
Irei agora me confortar nos braços de minha mãe
Que sofre tanto quando eu ao ler esse soneto de sua volta.

 Comente este texto


Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: SVON (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP sera enviado junto com a mensagem.