A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 

 

 
Poesia
 
Viver!
Por: Marlene Nascimento

Vida é sumo, é mágica, e uma fábula quase real.
Viver é magia, ação, integração, é fascinar-se com a vida.
Viver é dar bom dia ao dia, todos os dias.
Viver é cantar, é dançar, é brincar de felicidade.
Viver é sentir saudade... muita... de quem partiu para sempre.
Viver!
Viver não é perder o sorriso; se a dor dilacerar prantear, prantear muito, mas reviver.
Viver!
Viver no mundo, não desejá-lo.
Viver os sonhos, não renegá-los.
Viver... ah, como é gostoso viver!
Viver com medo, mas viver; o medo é a nossa defesa mais poderosa.
Viver é preocupar-se sim , com o amanhã, afinal o amanhã é daqui a pouco.
Viver é cumprir com as nossas obrigações biossociológicas sem interesse escuso; trabalhar, projetar, criar, praticar alquimia para preencher o tempo da nossa vida linda.
Investir num projeto, numa pesquisa, numa ação, suportar com dignidade a caminhada árdua na avenida das dificuldades das tensões e frustrações do dia a dia.
Viver é fascinar-se com todos os seres, com s suas ações e reações; fascinar-se com a pedra, com a água, com a planta, com o animal, com tudo que canalize vida.
Fascinar-se com o fascínio que sentimos um pelo outro, fascinar-se com o inspira expira, inspira expira..., fascinar-se com o tum tum tum dos corações, fascinar-se com as tagarelices do cérebro, fascinar-se com a presença da dor e com a ausência dela, fascinar-se sempre com toda beleza que na vida há.
Viver!
Apenas viver como manda a nossa displicente consciência.
Viver também é projetar o passado na tela da existência; não existe vida sem passado.
Note-se que volvendo à ele reencontramos a nossa excelsa ancestralidade.
Sem ela não estaríamos pisando neste solo aqui.
E nos idos esplendorosos também tinha sol, e estrelas, e mares, e flores, e sorrisos, e passos, e tum tum tum nos corações, e sonhos... puxa, como tinha!, e por todos àqueles sonhos fantásticos hoje podemos desfrutar de todos eles; isto não é maravilhoso?
Sim, viver vívidos em todos os tempos; viver criança, viver adulto, viver ancião; viver toda a vida a cada dia.
Cada amanhecer do nosso viver é uma dádiva.
Ah, viver a vida todos os dias!Que bom! Vida... vivê-la... assim simplesmente.
Ignorar a névoa que encobre a felicidade de viver.
Fazer, acontecer, ser simples, como simples é viver se se despir de vaidades enfermiças.
Viver!
Viver é causa e efeito, é brilho inapagável, é conter a ira, é desprezar a injúria, é acalentar o espírito, é ninar a dor, é errar por errar, é, ó!... se apaixonar perdidamente, é tudo o mais.
Viver é realizar alquimia para que não se interseccione o elo que nos prende uns aos outros, é participar da corrida do sumo supremo.
Quem sente a magia do tempo passando sente a magia do sublime viver, sente energia cósmica velejando nas ondas oníricas do coração.
Esquecer a angústia em alguns momentos, entregar-se à meditação santimônia, levitar sim, mas não pra valer, porque quando inventamos de levitar de verdade todos correm de nós; sejamos doidos ajuizados.
Tudo que enobrece transcende nirvana ao viver.
Viver é ir, voltar, cair, levantar... é fluir vivendo.
Lapidar os pensamentos bons, enriquecê-los com fantasias brandas, amortecer o desespero.
Olhemos para o chão e vejamos lama, olhemos para o céu e vejamos estrelas.
Viver!
Viver é amansar a tempestade, aceitar a dor, a doença, sacudir o medo, unir-se à turma, respeitar o solitário, postergar uma ação duvidosa, ser tolerante, entremear-se às formas díspares de comportamento e diferenças socioculturais e raciais, ter compaixão, abençoar a vida.
Viver não é prestar-se a caçoar dos deficientes visuais, auditivos, físicos e mentais.
Exterminemos o preconceito, essa doença triste de curar, pois ninguém está imune a nada. Cuidado com essa conduta abominável, pois o teu Deus está te filmando e garanto que Ele não está gostando nada nada. Façamos parte, isto sim, das comunidades mundiais que fazem isso ó, para exonerar todas as formas dolorosas de preconceito.
Desarme-se. A mão armada mata, a mão desarmada acaricia. Dê às suas vítimas o direito sagrado de viver, e viver e viver e viver...
Viver!
Viver com coração e mente livre de guerras, guerrilhas, revoluções.
Que belo viver! Ser eu, ser tu, ser ele, sermos belos todos nós.
Aprender a viver é um processo moroso, doloroso, pecaminoso e deveras fascinante.
Por vezes tudo é questão de se buscar meios para viver bem.
O elo que nos une resume o viver em respeito vida, em amor verdadeiro.
Amor de rendimentos não é amor.
Amar sim, pode-se, deve-se, sem cobrança, sem prenda, sem troca, sem chantagem.
Viver!
Viver é lutar com todas as forças para sermos pessoas de bem, que fazem o bem. A desumanidade é uma faca de dois gumes.
Sim, por sermos humanos somos falhos, propensos à ira, à intolerância, à blasfemar, à ofender, no entanto respeitemo-nos, amemo-nos, auxiliemo-nos, tentemos transcender ao nirvana; essa é a vibração cósmica que nos alça à santidade universal.
Amar, assim simplesmente, com amor que vem do coração.
Músicas contagiantes, ações lúdicas, linguagem pura, eis o caminho à serenidade dos pensamentos.
Procura-se razão para viver, mas porque não apenas viver?
Amar, viver; viver, amar.
A vida não precisa de truques, isto sim de magia, magia de ser.
Então sintamos o êxtase da vida transcendendo no nosso espírito.
Vida é os singelos versos, aqueles mais abrangentes, os mais sumos.
Viver é poesia inacabável.
Viver, ó viver!... até darmos adeus para sempre para quem nos amou, para quem nos odiou.
Viver... assim... por merecer...
Viver!
Viver o dia de hoje como se fora o primeiro dos dias eternos.

 Comente este texto


Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: fUDI (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP sera enviado junto com a mensagem.