A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco | CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 

 

JOSE ROBERTO TAKEO ICHIHARA
Publicações
Perfil
Comente este texto
 
Jornalismo
 
Ladeira abaixo produz milagre
Por: JOSE ROBERTO TAKEO ICHIHARA

Ilusionismo não é para qualquer um!


A expressão “bola de neve” é autoexplicativa para a população brasileira. Quem não sabe o que isso significa? Ninguém precisa ser uma pessoa altamente graduada, com uma patente intelectual inquestionável, para entender o que se quer dizer quando isso é citado. A lógica é muito simples: uma bolinha rolando numa encosta de neve tende a aumentar consideravelmente se o percurso for longo. Mas o que parecia ser algo incontestável está com os dias contados. E o responsável por isso é o atual governo federal do Brasil. As notícias e os fatos estão aí para provar!
Bastou a turma de moralistas tirar a quadrilha que se instalou no poder - e traçou um projeto de permanecer por muitos anos – que as coisas mudaram diametralmente, aquela guinada de 180 graus. Entendem? O que parecia irreversível ganhou um basta. Apesar da bola de neve continuar sua trajetória descendente, rumo ao fundo do vale, o seu tamanho, inexplicavelmente, diminui a ponto de chegar, sem exagero, reduzida a uma invisível partícula no final da jornada. Difícil de acreditar, mas os milagres existem. É só ter boa vontade e muita fé para perceber.
O mundo capitalista só entende de cifras. Por isso nenhum planejamento é aprovado se não mostrarem um argumento com valores tangíveis factíveis. Mesmo as projeções para o futuro, se não tiverem uma sustentação com números, dificilmente serão levadas a sério. O grande problema nas administrações públicas é a confiabilidade nos números apresentados. Quem garante a idoneidade da fonte? Como saber se eles informam o que é preciso saber? Logo, o risco de tomar decisões em cima de imprecisões não pode ser ignorado – os números podem enganar.
Como num passe de mágica, mesmo sem a percepção geral da população, os noticiários divulgam que o país está melhorando sensivelmente. Independentemente da crise política que insiste em ficar, pois a cada novo escândalo revelado com os atuais integrantes do Executivo, do Legislativo e do Judiciário envolvidos, querem nos convencer que tudo se encaminha para o fim do túnel. Será que é a velha história do personagem do Platão, o homem que passou a vida no escuro e um dia viu que havia algo além do seu habitat? Esta tática vai colar conosco agora?
Quem possui um pouco de senso crítico não pode se calar diante do que estão fazendo. Tapearam as pessoas de boa índole. Fazem pior que as que eles tiraram do poder. Aliás, em alguns casos, superaram quem consideravam protecionistas. O pior é que contam com o apoio do STF, da Polícia Federal e, mais decepcionante, das Casas Parlamentares que julgaram e condenaram a ex-presidenta Dilma Rousseff. Da mídia, que posa como os olhos da Justiça, então, nada de bom se espera. Quando se convence uma população sobre uma grande farsa... Ferrou!
Por princípios democráticos devemos respeitar o direito individual de acreditar em tudo que estão vendendo como a verdade. Ser ingênuo não é considerado crime. Manipular a opinião pública também não, mas abusar da boa-fé é, no mínimo, má intenção. Com qual objetivo se faz isso? Por que usar o poder de influenciar para divulgar a verdade maquiada? Aí é que entra a liberdade de expressão dos que não concordam com o que estão fazendo com o povo. Omitir a verdade jamais seria o papel da mídia. A menos que haja outros interesses que não podem vazar.
Diz-se que uma pessoa enfeitiçada perde toda a noção da vida. Suas ações tornam-se extensão da vontade de quem se apossou da sua alma. A única salvação de quem se encontra nesta situação é a quebra do feitiço. Não adianta apenas torcer para que o feitiço vire contra o feiticeiro. Isso pode demorar a acontecer ou jamais ocorra. O que fazer? Como mostrar a alguém que uma bola de neve descendo uma ladeira só tende a aumentar de tamanho? Temos de reconhecer o poder de convencimento dos manipuladores da mente do povo. Quem nos salvará?


J R Ichihara
08/02/2017

Comente este texto


Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: aVfd (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP sera enviado junto com a mensagem.