Seleção de Livros! Clique e confira.

A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco | CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 

 

Antuérpio Pettersen Filho
Publicações
Perfil
Comente este texto
 
Jornalismo
 
MORO : “SERIA ELE O SALVADOR DA PÁTRIA !?”
Por: Antuérpio Pettersen Filho

JUIZ SÉRGIO MORO : “SERIA ELE O SALVADOR DA PÁTRIA !?”
Por : Pettersen Filho
Figura Pública que ocupa o centro do Noticiário brasileiro, desde que se incumbiu de deflagrar a Operação Lava Jato da Polícia Federal, em Curitiba, o Juiz Federal Sérgio Moro, transformou-se, aos olhos de muitos, ora em Bandido, por ousar desmistificar um Mito, como o é o Presidente Luís Inácio Lula da Silva, ora um Paladino, ao passar a limpo as Instituições do Brasil e a República da Corruptela brasileira. (http://www.abdic.org.br/index.php/1776-juiz-sergio-moro-seria-ele-o-salvador-da-patria)

Exageros a parte, vivemos no Brasil, no entanto, verdadeiro Espetáculo Circense, e Mentiras solidamente construídas, à modo de desanuviar o Poder constituído, desde o Descobrimento, pelos Portugueses, em que a própria Teoria do “Descobrimento”, já fartamente desmascarada pela História, dando conta de que o descobrimento do Brasil foi uma Colonização, legalmente instituída na América, via Tratado das Tordesilhas, entre Portugal e Espanha, com aval da Igreja Católica Apostólica Romana, também o sendo o Mito da Independência do Brasil, verdadeiro Conluio entre a Coroa Portuguesa, e seu Herdeiro no Brasil, Pedro I, vivemos ao longo da nossa História nítida pantomima arquitetada nos alafarrabios que redigem nosso cotidiano, apta a justificar o Poder reinante.

Outra não foi a Estória da Inconfidência Mineira, e a elevação de Tiradentes a condição de Herói morto, mais de cem anos após o seu enforcamento e esquartejamento pela Coroa Lisboeta, tão logo deposto Pedro II, pelos Militares, o que foi um dos primeiros Golpes Institucionais, o da República, apto a aviar um Atestado de Morte à Monarquia no Brasil, até passarmos pelo Estado Novo, e Getúlio Vargas, eleito a Condição de Ditador, quando na verdade, foi o mentor do atual Estado Moderno brasileiro, via criação da Vale do Rio Doce, CSN, FNM, Petrobras, BNDS e CLT, ainda assim, varrido para a Lata de Lixo da História.

Assim, basta parca passagem na Literatura Política Tupiniquim, sem que sequer se chegue a passado remoto, desde o Mito real da Ditadura Militar de 64, até a falácia das Diretas Já, passando a elevação de Fernando Collor de Mello, do Grupo Rede Globo, à condição de “Cassador de Maracujás”, até a sua Eleição e Derrubada, vivemos no Brasil da Construção e Destruição de Mitos, como o foi o próprio Lula, “Operário Nordestino Representante do Proletariado”, na condução do País, até converter-se no maior Corrupto da História, na confecção da atual “República dos Sindicatos”.

Outra não é a medida que se nos atormenta, a “Douração” do Prefeito João Dória, em São Paulo, outro dia visto varrendo as ruas, e acolhendo mendigos na Praça Pública, apto a construir a sua Imagem de Homem do Povo, diante da Mídia Especializada, quiçá, o mais novo “Salvador da Pátria”, expressão que nos causa asco, já que medida ilusória, se não for o Povo na rua, como não o dizer, poderia ser o próprio Juiz Moro...
... mais isso, só a História, com “H”, ou com “E”, como o queira o Povo brasileiro, nos dirá o futuro, se houver... !?

Antuérpio Pettersen Filho, membro da IWA – International Writers and Artists Association, é advogado militante e assessor jurídico da ABDIC – Associação Brasileira de Defesa do Individuo e da Cidadania, que ora escreve na qualidade de editor do periódico eletrônico “Jornal Grito do Cidadã”, sendo a atual crônica sua mera opinião pessoal, não significando necessariamente a posição da Associação, nem do assessor jurídico da ABDIC.

Comente este texto

 

Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: TLMU (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP será enviado junto com a mensagem.