A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 

 

 
Jornalismo
 
As afecções d'alma e a bondade
Por: Marlene Nascimento

Mui embora tenhamos controle sobre o nossos instintos, nem sempre é possível contê-los. Esta conduta está latente na genética humana, e em muitas situações. Por mais que tentemos racionalizar, sempre sentiremos raiva em alguns momentos. Contudo, em certos homens não é a raiva momentânea que aflora nos seus corações, é o ódio letal, a maldade sem freios.
A problemática da maldade é que de repente um homem sai da caverna sombria da sua mente deturpada para cometer uma atrocidade. E a mídia nos relata tudo em poucos minutos, o que passa a impressão que a humanidade está perdida. Não está! Embora tenhamos tido, e temos, grandes e pequenos ditadores através da história - e até mesmo terríveis despostas bíblicos – que, na sua consciência alienada, consideram que os sacrifícios da fauna e da flora são um mal necessário, a humanidade sabe e consegue diferenciar o bem do mal.
O que faz um homem se tornar mal? Quem poderia imaginar que certos líderes espirituais são capazes de se render aos pecados capitais, tornando-se até os maiores abusadores de crianças e mulheres? O que os faz ser levados pela luxuria e ganância? São homens de mente sombria, primatas, cuja afecções d'alma os leva a praticar o mal tão somente. Hitler foi um exemplo dantesco de ser mortífero.
Certo educador, deixando-se levar pelo estado primitivo de alguns jovens, afirmou que a geração atual está totalmente perdida. De forma alguma! A grande maioria dos jovens não está depredando escolas nas cavernas sinistras de suas mentes, mancomunados com o mal, passando horas intermináveis no computador alimentando o ódio. Graça da graças!, jovens bons socializam-se, estudam, trabalham seguem certinho a cartilha da moral e princípios que regem a sociedade, e desejam sim, um mundo melhor para os seus descendentes.
Se um homem é mal, em contrapartida existe milhares de homem bons. Se um destrói, milhares constroem. Dias passados, uma equipe de médicos cirurgiões operou um bebê ainda na barriga da mãe para corrigir um defeito congênito no intestino. Mais graças ainda!, são homens assim, que usam a bondade de seus corações e sabedoria de suas mentes para melhorar o nosso mundo. Sim, há aridez no coração de alguns, são poucos se se pensar no oceano de homens bons. Assim, sabemos que o bem sempre prevalecerá apesar de tanta maldade, mortandade, sacrifícios. E a esperança também.

 Comente este texto


Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: FNHJ (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP sera enviado junto com a mensagem.