A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 

 

Antuérpio Pettersen Filho
Publicações
Perfil
Comente este texto
 
Jornalismo
 
HONG KONG : “A PRIMAVERA ÁRABE DA CHINA...”
Por: Antuérpio Pettersen Filho

HONG KONG : “A PRIMAVERA ÁRABE DA CHINA...”
Por : Pettersen Filho
Arrebatada da China, ainda no Século XIX, quando a Inglaterra, ou seja, a Marinha Real Britânica era a Rainha absoluta dos Mares, e que para arrecadar Territórios alheios, bastava que mirasse o Inimigo em Sitio Ferrenho, com a sua Poderosa Esquadra, até que capitulasse, seja na África, Caribe, ou Ásia, ou seja na Oceania, a China foi por muitos Séculos pilhada e roubada, mantendo as Potências Europeias, desde Portugal ao Japão, Possessões em seu Território, das quais Hong Kong uma das mais portentosas, até que em 1949, após a derrota do Japão na Ásia, Mao Tsé Tung consolidou seu Poder no País, ao estabelecer o Comunismo como Regime Político na China, e expulsar para Taiwan, em plena, já, Guerra Fria, o Rival Capitalista, com certa ajuda da então URSS.
Adquirida pela Inglaterra junto à China após a derrota na Guerra do Ópio, cujo convincente Tratado previa a devolução em 1987, como de fato, a Grã Bretanha devolveu à Administração Chinesa o Território, mesmo que a contra gosto, estabelecendo, contudo, minúcias, em que Hong Kong possuiria Status Especial, certas liberdades democráticas, cabendo a China, já Potência Nuclear e Econômica ascendente, apenas monitorar a Defesa e Política Externa do Território, enquanto usufruía da intensa exibição de Hong Kong como Paraiso Financeiro no Oriente, até que recentemente, lembrando a dita Primavera Árabe, uma inconcebível sede por Liberdade, à moda Ocidental, varresse países como Tunísia, Egito Síria e Líbia, destituindo seus Governantes, porquanto em Hong Kong, o Governo Central procurava, com extradições, aumentar seu controle na Província, Hong Kong, pesadamente repelida pela População do Território, no que ficou conhecido como a Revolta dos Guarda-chuvas, numa alusão ao dia chuvoso em que os Protestos se deram inicialmente, a cerca de 4 anos atrás.
Mais que mera Província Chinesa, Joia Rara do Regime, tomada de volta, que completa 70 anos de fundação, agora, as atuais Revoltas em Hong Kong, reprimidas com certa, e constante, moderação pelo Regime Central, ameaça levar à Guerra, ou pelo menos, ao mais completo recrudescimento o Gigante Asiático, ora em plena Guerra Comercial com os EUA, e que jamais aceitará, novamente, a intervenção estrangeira em seu Território, enquanto, do outro lado do Mar da China, vê a Província Rebelada de Taiwan como Território seu, hoje ocupado pelo Inimigo Ocidental, fato é que na Comemoração da data, exibiu em pomposo desfile, sem precedentes, Forças Armadas sofisticadas e poderosas, capazes de atingir com misseis atômicos o Centro da Europa ou EUA, quem dirá, Homens e Jovens insuflados na Província Rebelde de Hong Kong, armados não mais do que com meros Guarda Chuvas, e questionáveis “Valores” Ocidentais de Liberdade e Democracia ?
Que o Ocidente jamais confunda Paciência Chinesa com sintomas Fraqueza, ou Duvidas, pois, definitivamente, ao contrário de Brasil ou Iraque ocupado, a China deixou de ser, como diziam os antigos: “Um Negócio da China” !
Antuérpio Pettersen Filho, membro da IWA – International Writers and Artists Association, é advogado militante e assessor jurídico da ABDIC – Associação Brasileira de Defesa do Individuo e da Cidadania, que ora escreve na qualidade de editor do periódico eletrônico “Jornal Grito do Cidadão”, sendo a atual crônica sua mera opinião pessoal, não significando necessariamente a posição da Associação, nem do assessor jurídico da ABDIC.

 Comente este texto
 Paralerepensar


Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: fXGO (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP será enviado junto com a mensagem.