A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 

 

Antuérpio Pettersen Filho
Publicações
Perfil
Comente este texto
 
Jornalismo
 
“GUERRA NA TELINHA”: REDE GLOBO E RECORD TROCAM FARPAS NO AR...
Por: Antuérpio Pettersen Filho

“GUERRA NA TELINHA”: REDE GLOBO E RECORD TROCAM FARPAS NO AR...

Por : Pettersen Filho

Insuflada pela recente Denúncia do Ministério Público Paulista, já aceita pela Justiça Criminal do Estado, em razão do Bispo Evangélico Edir Macedo, por tabela, também contra a Rede Record, de quem é, em ultima instância, o proprietário, também extensiva a outros nove seguidores da Igreja Universal do Reino de Deus, sob tipificação de Lavagem de Dinheiro e Formação de Quadrilha, justamente, em concomitância com a mais profunda Crise vivida no Senado da República Federativa do Brasil, em que o Senador José Ribamar Sarney, e Asseclas, vêem a “Cadeira do Poder” balançar, a Rede Globo de Televisão, do finado Jornalista Roberto Marinho, sempre apoiada pelo Jornal Folha de São Paulo, da Família Frias, sua Sócia em alguns empreendimentos, vira todos os seus holofotes para São Paulo, supervalorizando a Denúncia do Ministério Público Paulista, diga-se, de passagem, em alguns aspectos, requentada e já envelhecida, desde que o Bispo Macedo, recém vindo do semi-anonimato, comprou, ainda nos Anos Noventa, a Rede Record de Televisão, a titulo de “Proliferar a Palavra de Deus”, transformando-a em um verdadeiro Império, fazendo estremecer os nervos da, então, “Toda Poderosa” Rede Globo de Televisão.
Assim é, que, adotando as velhas práticas vencedoras, cartoriais, da própria Rede Globo, arrebatando-lhe alguns dos melhores profissionais, copiando seus horários e programas (Reparem que o formato do “Programa de Domingo” da Record, é bem assemelhado, em futilidades e conteúdo, ao vintenário “Fantástico”, da Globo, assim como competem o “Profissão Repórter”, de uma, e o “Globo Repórter”, da outra), a Record viu, nos últimos anos, o seu Ibope aumentar, avassaladoramente, chegando a driblar a Globo, ao adquirir, com exclusividade, prerrogativa, antes, Global, os Direitos de Transmissão dos Jogos Olímpicos de 2012, despertando na Rival a mais profunda ira (Dizem as más línguas que, o Ancora Man, Boris Casoi, Ex-record, teria sido demitido da Rede a pedido do próprio Lula, a época do Mensalão, pelas veementes criticas, que lhe são características, no jargão: “Isso é uma vergonha!”)..
Adstrita, contudo, a Denúncia, sendo um Ato Formal do Ministério Público, qualquer um, seja o de São Paulo ou de Roraima, a Denúncia, ademais, legalmente tida como mera Peça Processual, que dá início a Ação Penal, nada mais é do que uma simples Presunção de Culpa, que pode, ou não, terminar em Sentença Condenatória, no mais das vezes, mero deflagrador do Processo, oportunidade única, que tem o Réu, de comprovar a sua eventual Inocência, não sendo, a priore, demérito algum à qualquer Cidadão, tangido, que é, pela Inocência Presumida. .
Contudo, o que chama a atenção nessa “Pendenga Ibopeana”, não é simplesmente a atuação, Elogiável, ou não, Legalista, ou Ilegal, do Ministério Público, nem a eventual Culpa do Bispo Edir Macedo, mas, sim, a Luta Fratricida pelo “Poder” na “Telinha Brasileira”, revelando, ao mesmo tempo, o quanto é suspeita a Concessão de Canais Públicos de Rádio e Televisão, no Brasil, demonstrando, enfim, o quanto podem ser sujas, e mesquinhas, quase sempre, obtidas, a partir do Cacife Político Mundano e do Poder Econômico Desenfreado, sem nenhuma repercussão positiva em razão da Sociedade, quem seria, em ultima análise, a sua beneficiária..
Não que nos importe, muito, se o “Bispo” é Inocente ou Culpado, afinal uma Imagem vale mais do que mil palavras, e o Bispo, e seus Seguidores, já foram filmados, em Rede Nacional, evadindo-se de “Cultos”, nos Maracanãs brasileiros, com sacos e sacos de dinheiro, e isso, ninguém pode negar.
Também não está, aqui, sendo posta a prova a Virtude e o Jornalismo Objetivo da Rede Globo de Televisão (Dona Lili Marinho, Viúva do Falecido Jornalista Roberto Marinho, simples Professora Secundária, é dona, e Senhora Absoluta, da Obra “O Pensador”, de Rodam, que nada tem a ver com a Globo, valorada em milhões de dólares), ao execrar, publicamente, a Rede Record, no ar, ao vivo e a cores, com ofensas de baixo-calão e reportagens tendenciosas, com blocos inteiros de acusações criminosas, ainda não comprovadas, cabalmente, pela Justiça.
Parece-nos, sobremaneira, que o que está em “Jogo” na tal “Cobertura Jornalística”, em que, uma Rede utiliza-se de toda a sua estrutura, para atacar, e, a Outra, na defensiva, faz a mesma coisa, para contra-atacar, tripudiando, assim, a Consciência, e a Boa Fé, do Telespectador brasileiro, é algo muito maior do que a própria Justiça, em sua persecução penal, quando, demonstram, ao fazê-lo, que, ambas, estão completamente equivocadas, e, ao mesmo tempo, ao evidenciarem, na mesma medida, que, ambas estão com a mais profunda razão.
Afinal, que diferenças gritantes, então, há, entre os Senhores Roberto Marinho e Edir Macedo, e seus respectivos Impérios, quais sejam, a Rede Globo de Televisão e o Grupo Record/Universal, se, a simples constatação das suas respectivas pautas televisivas, com raríssimas exceções, constatam, igualmente, novelas de mau gosto, programas jornalísticos tendenciosos, e manipulação da Opinião Pública, cumulada com a Alienação do Povo ?
Se, é Pecado Imperdoável, que o tal Bispo oculta-se, e locupleta-se, por detrás da Igreja Universal do Reino de Deus, e da Fé, para empanturrar-se de milhares de migalhas colhidas em donativos, para enriquecer-se, no “Varejo do Dizimo”, doado pelos Fieis da Igreja Universal, a pretexto da sua Obra Social, não é menos mentira, também, que o Senhor Roberto Marinho, ou seja, a Rede Globo de Televisão, tem a sua ascendência baseada em donativos colhidos, no “Atacado das Verbas Oficiais”, até, passados pelo Grupo Time, Americano, a fim de justificar, e manuteír a Ditadura instalada no Brasil, ainda em 1964, um ano antes da sua criação, período em que fez vista grossa, e ocultou, as atrocidades do Regime, hoje detentora de verdadeira fortuna, alguns dos bens, frutos de empréstimos e concessões do Governo, desse e de antecessores, quem utiliza-se da Fundação Homônima para auferir recursos, e gozar benesses fiscais da Fazenda Pública Federal, as custas do Contribuinte brasileiro.
Assim, diante da Crise, sem precedentes, que assola um dos principais Poderes da República Federativa do Brasil, na figura do Presidente do Senado, José Ribamar Sarney, já arrefecida, com suspeitosos sinais de fumaça, do cachimbo comprido da paz, tragado com muita pizza, ante ao fechamento, por completo, do próprio Senado, parece-nos, ademais, Providencial, ou quiçá, suspeita “Matéria Paga”, o fato de dois dos principais “Veículos”, responsáveis pela maior parte da Mídia Republicana, cujo Gerente da Boca é o próprio Governo Federal, profundamente interessado no fim súbito dos embates na Casa Legislativa, enquanto Maior, e principal, Anunciante brasileiro, Senhor Absoluto das Verbas Brasilianas com que encharca as Redes Televisivas Tupiniquins, nas generosas, e dispensáveis Campanhas Publicitárias do Banco do Brasil, da Caixa Econômica Federal e da Petrobrás, disputadas a golpe de faca pelas Agências, agora, mudarem o foco de suas transmissões, atacando-se, reciprocamente.
Tal ocorrência nos leva a imediata constatação, feita já na Roma Antiga, pelos seus Generais e Legiões: “Na Guerra, a primeira Vítima, é a Verdade”.
Pelo menos, nesse caso, em que, pensamos, até que o Ministério Público Paulista, enfim, nos evidencie, com uma inexorável Sentença Final Condenatória, realidade, nesse momento, visonha, ou, pelo menos, distante, a meu ver, tanto o Ilustríssimo Senhor Roberto Marinho (Deus o tenha), na pessoa do seu Espólio, quanto o Senhor Edir Macedo, evidenciam-se, afinal, ao menos para mim, como Ovos da mesma Serpente.
A eterna, e incessante, Luta do Homem pelo, descomedido e implacável, “Poder”, mesmo que, para isso, o façam, por sobre o Cadáver da Pátria, quem assemelham, minimamente, desconhecer e amar.

 Comente este texto
 

Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: TTML (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP sera enviado junto com a mensagem.