A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 

 

Antuérpio Pettersen Filho
Publicações
Perfil
Comente este texto
 
Jornalismo
 
OPERAÇÃO AMIGOS DO REI - II ???
Por: Antuérpio Pettersen Filho

“OPERAÇÃO AMIGOS DO REI -II ???” : JUIZ REINTEGRA POSSE À UNIÃO

Por : Pettersen Filho

Fato decorrido no Espírito Santo, mas que, devido aos valores morais e éticos que encerra, interessa a todo o Brasil, segundo douta decisão do Juiz Federal, Dr. Ronald Kruger Rodor, atuando na Seção Judiciária Federal do Espírito Santo, publicada no Diário Oficial em 10/09 ultimo, que julgou procedente, em parte, a ação possessória da Procuradoria da República no Estado, alguns moradores, localizados ao longo do Canal de Camburi, próximo a Ponte Airton Sena, terão que deixar a área.
Decisão meritória, que põe fim ao caso, em tese, já que cabe recurso, sentenciou que a área em questão pertence, de direito, à União, que deverá ser reintegrada, parcialmente, na posse do terreno, ressalvado o direito de indenização dos moradores, pelas benfeitorias realizadas.
Área Controversa, na verdade, pertencente a Funasa – Fundação Nacional de Saúde, hoje, valorizadissima, encravada na Nobre Praia do Canto – em Vitória, foi, de fato, invadida pelos atuais ocupantes, há mais de vinte anos atrás, enquanto o processo de reintegração de posse, finalmente, era finalizado, em 1ª Instância, na atual sentença.
Contudo, a “Área”, também, já foi objeto de uma truncada “Operação” da Polícia Federal (na verdade, duas), em 2006, ambas redundando em “fracasso”, diante da resistência dos moradores, quem, na época, desafiaram todo o Aparato Federal, homens, máquinas e viaturas, diante das câmeras de tevê, contando, inclusive, com a intervenção pessoal da Bancada Política do PT – Partido dos Trabalhadores no Estado (Daí, porque batizamos a “Operação” de “Amigos do Rei”), nas pessoas da Deputada Federal Iriny Lopes, Deputados Estaduais Cláudio Verezza e Carlos Casteglione, ora, finalmente, vencidos pela decisão judicial:
É que dentre os ocupantes encontrava-se a pessoa, simpática e humilde, do Sexagenário Sr. Josias Carneiro Duarte, cujos filhos membros ativos do PT, flagrado na tal “Operação”, em plena Campanha da Sucessão Eleitoral do Presidente Lula, no seu Primeiro Mandato, o que valeu, inclusive, em meio à frustração da decisão de reintegração, anterior, de 2006, a exoneração do Advogado Geral da União, na época, Dr. Álvaro Pereira, por haver se atrevido a mexer, dentre outros, com os “Pupilos do Lula”.
A prevalecer a atual decisão, se irrecorrida pelos ocupantes (a primeira não foi levada a cabo, por ter havido, supostamente, falhas no processo), novamente os Camburões Preto/dourados da Polícia Federal, seguramente, serão vistos, de novo, à Rua da Grécia.
Imaginando que o Sr Josias, pelo menos, deve estar satisfeito com a atual decisão, já que manterá parte do terreno, não, reconhecidamente, da União, afetado somente na parte dos fundos do lote, e, ainda beneficiado pela indenização prevista na sentença, pensamos que, desta feita, a Bancada do PT, também, se manterá em silêncio, diante da provável Operação Federal.
Afinal de contas, não se sabe bem com que mérito, mas, tão somente as vias utilizadas (possivelmente a “Advocacia Greenhalgh”, com fluência junto ao Ministro Tarso Genro, no Ministério da Justiça), o Sr, Josias Carneiro Duarte, paralelamente, acaba de ser “premiado”, à custa do Contribuinte Brasileiro, com uma favorável decisão, no âmbito do Ministério da Justiça, segundo a Lei de Anistia, com uma indenização gorda, beirando os R$260.000,00, por suposta Perseguição Política, nos tempos da Ditadura Militar, sem que, ao menos, pelo que se saiba, haja pegado em armas, ou matado, um passarinho, se quer, a título da Contra-revolução, ou por haver feito Oposição ao Regime de 64.
Quem viver, já dizia o Poeta, verá:
Ao acaso, teremos uma nova “Operação Amigos do Rei – II ???”

 Comente este texto


Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: DgXW (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP sera enviado junto com a mensagem.