A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 

 

Antuérpio Pettersen Filho
Publicações
Perfil
Comente este texto
 
Jornalismo
 
“PAX DOMINI” RJ
Por: Antuérpio Pettersen Filho

“PAX DOMINI” RJ : “UMA CIDADE À PROCURA DE PAZ...”

Por : Pettersen Filho

Fosse, não, uma Cena Dantesca, passada no Iraque Ocupado, em que os seus Cidadãos mais patriotas, toscamente chamados de “Insurgentes”, filmassem a queda de um Helicóptero Apache, Norte-americano, do Exército Invasor, a que já estamos, de certa forma, acostumados a ver, na televisão, ou as cenas de combate na Selva Amazônica, de uma escaramuça entre as FARC`s – Forças Armadas Revolucionárias Colombianas, contra o Narco-estado do Presidente Álvaro Uríbe, não haveria, para nós, brasileiros, maior surpresa...
Contudo, as cenas transmitidas, no último Fim de Semana, do Abatimento a tiros de um Helicóptero da Polícia Militar do Rio de Janeiro, que registraram o óbito de, pelo menos, três PM`s, passaram-se, exatamente, tendo como público expectador, ao vivo e a cores, a própria “Cidade Maravilhosa”, irrefutável Sede dos Jogos Olímpicos Vindouros de 2016, bem aos pés do Cristo Redentor, atônito, diante dos acontecimentos.
Das cenas registradas, ademais, fica minimamente, a constatação:
Necessário, é, que a Cidade do Rio de Janeiro tenha que ser, em certos aspectos, Reinventada, a fim de que se lhe resgate a Beleza de outrora e a Pujança cultural do passado.
Aliás, não é a toa que, já, no Século XIX, o próprio Rei de Portugal, D. João VI, quando em rota de fuga, debandando de Portugal, diante da Invasão Napoleônica, em 1808, aportou no Brasil, elevando-o à condição de Reino Unido a Portugal, ao deparar-se com a ocupação desenfreada dos Morros que circundam a Cidade, teria determinado, reza a História, a sua completa desocupação, criando o que hoje é conhecido como Jardim Botânico, buscando evitar a destruição da Mata Nativa e das suas Encostas.
Contudo, objeto de anos seguidos de desalinhamento e descaso, por administrações consecutivas, inteiras, de diferentes Instâncias de Governo, Municipal, Estadual e Federal, o RJ, quem chegou hospedar a própria Capital da República, na “Belle Époque Brasileira”, desde o fim da Guerra do Paraguai e da Libertação dos Escravos, assistiu suas Encostas, Sociais e Geográficas, bem ao lado das viçosas Copacabana e Ipanema, serem vigorosamente ocupadas por verdadeiras Levas de Soldados Desertados e Escravos Recém Libertos, lançados ao “Deus dará”.
Hipocritamente chamados de “Comunidades” Carentes, jargão do que é Politicamente Correto, o principal problema do Rio de Janeiro, não é, necessariamente, a sua Geografia Urbana, mas a Social, que há de ser debelada, se o que se busca, afinal, é um pouco de Paz.
Ora, Panteão do Crime Organizado, que tem inassumidos contornos de “Guerrilha”, oriundo do Pó do Poder e do Calibre das Armas, vindos, seja da Bolívia, ou da própria Colômbia, muito além do Apartheid Social que impera, em maior grau, no RJ, ao constatarmos que da atual Balburdia se beneficiam os que vendem a “Segurança Privada” e os Serviços Públicos Clandestinos, além do próprio “Estado Oficial”, quem, também, se prevalece dos Bolsões Eleitorais de Excluídos Sociais, ao se promover no “Bolsa Isso” e no “Casa Aquilo”, parece-nos, ademais, que o Rei de Portugal, já em 1808, infelizmente, estava com a razão...
Apressado, no conforto da sua Poltrona, no Palácio do Planalto, lá em Brasília, no intuito de estancar a súbita sangria na sua “Imagem” Internacional de “Governo Socialista”, o Presidente Lula, como quem coloca ataduras em uma grave fratura exposta, sem anestesia ou raio-x, acena com a generosa quantia de 100 milhões de reais, “emergenciais”, ao Rio de Janeiro, a titulo de “Segurança Pública”
Entretanto, sem se aperceber que a Enfermidade que acomete o RJ não é Monetária, mas, sim, a mais Completa Falência, Moral e Ideológica do Estado Brasileiro, quem não consegue perfilar, num só abraço, todos os Filhos Excluídos da Mãe Pátria sob a sabatina de uma única batuta...
A da Gritante, Necessária, Imprescindível:
“Justiça Social – Urgente!!!”

 Comente este texto
 

Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: JGfX (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP sera enviado junto com a mensagem.