A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 

 

 
Jornalismo
 
O OURO NEGRO (política)
Por: Tolentino e Silva

Por: Tolentino e Silva


A Petrobrás foi criada em 1953. Monteiro Lobato fez parte da história do petróleo brasileiro. Em 1937, o então presidente da República, Getúlio Vargas criou diversos obstáculos a respeito da exploração. Monteiro se revoltou contra o governo e a forma que encontrou para enfrentá-lo foi escrevendo o livro sob título “Não perfura e não deixa que se perfure”. Os leigos no assunto, não sabem quais as políticas e critérios usados para estabelecer preços dos derivados do petróleo. Aqui se paga o preço mais alto do mundo por litro do diesel e da gasolina. O preço do álcool é uma verdadeira aberração, haja vista o Brasil ser o pai da criança. Mesmo assim, parece que quem dá as cartas são os empresários e não o governo. Lembro-me de quando o Programa Nacional do Álcool (Pró-álcool) foi criado. Foi um achado! Eureka! Ele foi criado através do Dec. 76.593, de 14 de novembro de 1975. O objetivo era substituir em larga escala os combustíveis veiculares derivados de petróleo. O projeto foi financiado pelo governo do Brasil, e o programa foi idealizado pelo físico José Walter Bautista Vidal e pelo engenheiro Urbano Ernesto Stumpf. Stumpf ficou conhecido mundialmente como o pai do motor a álcool.Como a alegria de pobre dura pouco, não se sabe por que, os projetos foram ceifados pouco tempo depois do lançamento. Muitos investimentos foram feitos tanto pelo governo quanto por empresários, que certamente foram por ele financiados. Grandes usinas tiveram suas construções paralisadas. Prejuízos foram computados e amargados não pelo governo e empresários, mas pelo povo, o patrocinador direto e indireto dos projetos. Vivemos um tempo em que quanto mais se produz, mais querem. Quanto mais tem, mais caro fica. Além de ficarmos com as sobras, combustíveis de péssima qualidade, adulterados, que corroem os motores e danificam peças, pagamos caro por eles. Um bom observador, principalmente o usuário dos produtos, sabe que de tempos em tempos a Petrobrás anuncia uma nova descoberta. No Estado do Espírito Santo, só se vê cavalos mecânicos fazendo sondagens, misturados aos bovinos e eqüinos nas pastagens, como é o caso da área próxima à Regência, Degredo, Linhares e Pontal do Ipiranga. Por último, descobriram o Pré-sal. Segundo levantamentos feitos e divulgados pelo Governo, a reserva de petróleo é incalculável. Diante desta descoberta o que se vê é muita briga e disputa de empresas e políticos em torno do assunto. Nem mesmo começaram a exploração do produto, já estão explorando a mente do povo com supostas promessas de investimentos e com isso travam uma verdadeira guerra. Fala-se muito em aplicar boa parte do dinheiro nas áreas sociais. Será que isso realmente irá acontecer? E o preço? Vai baixar? Acho que diante de tantas indagações, decepções e roubalheiras, o povo prefere não arriscar. Vai seguir o exemplo de São Tomé: “ver pra crer”.
Uma sugestão: deveriam abrir concurso público para o cargo de pizzaiolo, pois, os políticos estão com muita fome e esta fome é insaciável!

 Comente este texto


Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: cLED (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP sera enviado junto com a mensagem.