A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 

 

Antuérpio Pettersen Filho
Publicações
Perfil
Comente este texto
 
Jornalismo
 
GAÚCHOS DO BRASIL, UNIVOS !!!
Por: Antuérpio Pettersen Filho

CAMPEONATO BRASILEIRO : “GAÚCHOS DO BRASIL, UNIVOS !!!”

Por : Pettersen Filho


Verdadeiros Coliseus da Era Moderna, tal qual na Roma Antiga dos Cesares, onde os cristãos eram atirados aos leões, para entretenimento do público, enquanto César, a seu bel prazer, governava-lhes a vida, e a própria morte, os Estádios de Futebol, que campeiam o Brasil, de Norte a Sul, abrigam em seu interior gênese própria, tornando indisfarçável a verdadeira Paixão Nacional: O futebol.
Assim é que, numa das suas mais empolgantes versões, a de 2009, após ter como líder, rodadas a fio, o Palmeiras, de São Paulo, o próprio São Paulo Futebol Clube, e o Clube Atlético Mineiro, além do Internacional, de Porto Alegre, demonstrando o quanto é o futebol uma pratica disseminada no Brasil, de Leste a Oeste, vertendo o seu público, num caso ou noutro, em verdadeira Massa de Manobra Política, eis que, surgindo como azarão, no Campeonato, de pontos corridos, como numa das mais destacadas provas do Turfe Nacional, correndo por fora, surge o Clube de Regatas Flamengo, até então, tido como fora do páreo.
Contudo, os que, Paixão a parte, acompanham a trajetória da Bola, que viram o Atlético Mineiro ser garfado, por duas vezes no tal Campeonato, primeiro no Maracanã, diante do próprio Flamengo, em 1979, pelo Juiz José Roberto “Rato”, quando em Campo uma das gerações mais empolgantes já surgidas no Futebol Tupiniquim, guardando nas quatro linhas, auspiciosamente, num mesmo gramado e num só tempo, jogadores do quilate de Zico, Junior, Adílio, Andrade, Cantarelli, pelo Flamengo x Reinaldo, Toninho Cerezo, Paulo Isidoro, Eder, Luisinho, João Leite, pelo Atlético, e depois, pela Libertadores da América, em Goiânia, quando o mesmo Juiz, expulsou de Campo jogadores como Reinaldo, Toninho Cerezo, João leite, num VT promiscuo e reeditado, proporcionando a “Vitória”, tipo WO ao Flamengo, sabem, ademais, o quanto o Placar, ao final de cada Domingo, pode ser Político, senão, de conotação Financeira, de acordo com o interesse do Patrocinador, levando as massas à frustração e ao eventual, clássico, quebra-quebra.
Aliás, mais notórias que as próprias Jogadas Corretas, as do famoso Fair Play, Jogo Limpo, entraram para História do Esporte o gol de Maradona, de mão, pela Argentina, determinando o sagramento do País como Campeão daquela Copa, e por quê não citar, somente para sermos mais atuais, a ora Classificação da França, para a Copa de 2010, na África do Sul, com notório e anulável gol de mão, de Enry ?
Assim é que, “dor de barriga”, do Ronaldo – Fenômeno, contra a França, com direito a escalação de atacante pelo Presidente da República, se lembram de Darío, do Atlético, escalado pelo General de Plantão da Ditadura dos Anos Setenta ?, o Futebol tem, na verdade, o seu resultado, cada vez mais, dirimido fora das quatro linhas e do gramado...
Mérito a parte, pratica capaz de transformar, subitamente, jovens brasileiros, nas favelas, em “Imperadores”, como Adriano, ou pessoas medíocres, rapidamente erigidas pela Mídia Paga, em “Fabulosas”, como Luis Fabiano, talvez, incapazes de fazer um “O” com as nádegas em uma Prova do ENEM, não fosse a arte que dominam nas quatro linhas, o Futebol parece ser, cada vez mais, um espetáculo circense, capaz de reunir multidões, manipular resultados políticos, eleger e derrubar presidentes, enfim: Um ingresso seguro de um Povo rumo a Alienação.
Patrocinado por uma das maiores gigantes do Estado Brasileiro, a calhar, o Flamengo sintetiza, em si, nessa chegada meteórica, tudo de execrável e podre no tal Campeonato.
Tendo como único possível tropeço à derrota frente ao Grêmio Gaúcho, nesse Domingo, no Maracanã, que pode afasta-lo da Taça, já, literalmente em suas mãos, o Flamengo conta, ademais, com a rivalidade dos Riograndenses, em que, caso o Grêmio vença o Flamengo, poderá tornar seu arquirival, o Internacional Campeão, tal vitória, contudo, parece-nos improvável.
Assim, mais uma vez, como em 1845, na Campanha Seccionaria da Guerra dos Farrapos contra o Imperador Pedro II, em que o Rio Grande do Sul esteve prestes a desanexar-se do Brasil, ou, em 1961, quando Leonel Brizola resistiu, sozinho, com uma P-50 na bancada do Palácio Piratini, contra o Golpe de 1961, ante a derrubada de João Goulart, retardando 1964 por, pelo menos, três anos, mais uma vez, o destino do Brasil está nas mãos do Nobre Estado do Rio Grande do Sul...
Então, como um Comuna, que brada palavras de ordem às massas operarias e camponesas do mundo, eu grito, aludindo Karl Marx:
“Gaúchos do Brasil, uni-vos !!!”

 Comente este texto


Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: DFJJ (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP sera enviado junto com a mensagem.