A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 

 

Antuérpio Pettersen Filho
Publicações
Perfil
Comente este texto
 
Jornalismo
 
PAU QUE DÁ EM CHICO NÃO DÁ EM FRANCISCO...
Por: Antuérpio Pettersen Filho

LEI DOS DIREITOS HUMANOS: “QUANDO O PAU QUE DÁ EM CHICO NÃO DÁ EM FRANCISCO....”

Por : Pettersen Filho

É dizer simplório dos que moram na Roça, exprimindo uma verdade quase inocente, referindo-se à Justiça, que: “O pau que dá em Chico tem que dar em Francisco” tecendo, meio que assim, de maneira tosca, Princípios que são Universalmente aceitos, desde a Roma Antiga, como o da Equidade e da Analogia, que refrearam, no auge do Poder, o próprio, “Todo Poderoso” – Julio César, ao aplicar-se a Lei.
Contudo, redigida ainda sob a égide do Regime Militar, sob a sabatina tacanha do “Punho Forte” do General Figueiredo, do: “Eu Prendo e Arrebento”, jargão histórico com que cunhou a Abertura Política e a Lei da Anistia, mesmo diante de Forças, ainda, Reacionárias, do seu Governo Militar, referindo-se aos seus desafetos de Caserna, que eram, taciturnamente contra a Abertura Democrática, a Lei de Anistia, de 1979, fez, assim por dizer, com que os “Coturnos” voltassem aos “Quartéis”, enquanto o Pais se redemocratizava, primando por estabelecer uma espécie rancorosa de “Trégua”, “Armistício”, ateando uma simbólica “Bandeira Branca” nos Prédios Públicos, Quartéis e Barricadas, inclusive, em que se entrincheirava, ainda, a Oposição Política ao Regime, sobretudo, a Armada, até hoje, trinta anos após, mal digerida.
Celebrada nos primeiros momentos como Mecanismo Único, que possibilitou o retorno dos Exilados Políticos, como Miguel Arraes e Leonel Brizola, por exemplo, ao País, durante muitos anos banidos da Vida Pública, e Familiar, a Lei da Anistia estabeleceu, ademais, uma espécie de “Indulto” aos, então, “Combatentes”, beneficiando, por assim dizer, tanto os “Torturadores”, Homens Encapuzados, ou não, vestidos de verde-oliva, quem agiam, inimputáveis, como Agentes Policiais do Regime Militar, como, também, Anistiou os que se “Embrenharam na Selva”, Assaltaram Bancos e montaram os ditos “Aparelhos”, munidos de armas e ideologia, prontos a derrubar o Sistema.
“Burrona” que prevaleceu no Brasil, sob a batuta da: “Revolução do Povo de Deus pela Liberdade”, desde que os primeiros blindados saíram às ruas da cidade, nas primeiras horas de 1º de Abril de 1964, cassando do Cidadão Brasileiro as mais elementares garantias democráticas, foi justamente a Lei da Anistia, de 1979, que tornou, rancores a parte, a atual Democracia, mesmo que falha e esquálida, do Brasil Tupiniquim, que conhecemos, ora, do “Lulo-petismo no Poder”, e seus “Companheiros” em Armas, José Dirceu, Genoino, Nilmário Miranda e Dilma Roussef, possível.
Destarte, Decreto assinado pelo Presidente Lula, na fritura do Ano de 2009, prestes a se encerrar, no que lhe é peculiar: “Eu não vi,eu não sei, foi sem querer.”, trouxe, ademais, súbito inconformismo nas Casernas brasileiras:
É que a título de preservar os “Direitos Humanos”, num conluio político tramado pela “Ala Xiita” do Partido dos Trabalhadores, representada pelo Ministro Vanucci e Tarso Genro, indispôs a Ala Militar do Governo, tão bem representada pelo Ministro Nelson Jobim, à frente das Três Armas: Marinha, Exército e Aeronáutica, fazendo com que, todo o Ministério da Defesa, colocassem seus cargos à disposição do Presidente da República, profundamente consternados.
É que o tal Decreto, toscamente chamado de “Plano Nacional dos Direitos Humanos”, colocou no Paredão de Fuzilamento a Anistia Política, tão melindrosamente engendrada em 1979. pondo fim ao Armistício estabelecido, desde então, ao criar nas entrelinhas do seu texto, entre outras demônices (Política Fundiária, Lei de Censura, Aborto, até, assuntos tão diversos, como Religião, num mesmo imbróglio, a título de Direitos Humanos???), uma tal de “Comissão da Verdade”, um tipo esdrúxulo de “Comitê”, desses, Bolivarianos, tão em moda, ultimamente, a fim de exumar cadáveres e estabelecer, facciosamente, uma tal “Verdade”, esquelética e emudecida, dessa vez, sob a sabatina da chibata dos que, um dia, de Fato ou de Direito, foram os Torturados.
Meio que, tentando passar a História a Limpo, o que se antevê no Brasil, enquanto o próprio presente do “Regime Lulo-petista” do Presidente Lula, do Mensalão e das Ongs de Fachada, sequer, foram, ainda, nesses cerca de dez anos no Poder, passados na peneira, e pesados, é o mais puro espalha-fato, destinado a conduzir á Presidência da República, eventualmente, na perigosa radicalização que se ensaia, no Clássico Futebolístico no “Maracnã da História”, o velho embate ideológico, extemporâneo e assintomático, de “Direita x Esquerda”, que não interessa a ninguém, se não aos contendores do Poder, a Candidata Lulo-petista, Dilma Roussef, antecipadamente, ao “Trono”, no Planalto Central Brasileiro, ou, quiçá, encurralados na Parede dessa mesma História, e diante da possibilidade Política do anunciado Revanchismo, enquanto a “Central Inteligency Agency”, nossa verdadeira inimiga, encena derrubar Chavez, Evo e Correa de suas cadeiras, os velhos e enferrujados Generais, ora na Reserva, aproveitam o ensejo e tramam, na conveniência inocente do Secretario Vanucci, e do Ministro Genro, a volta do “Poder” aos Antigos e Mofados Quartéis.
Então, mesmo que doa, em “Chicos” e “Franciscos”:
“Pau neles !!!”

 Comente este texto


Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: XQXB (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP sera enviado junto com a mensagem.