Paralerepensar - Texto

A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
Para alterar som de fundo clique F5: 

Mensagens de Natal e Boas Festas

Mais Mensagens

                                  

 

Publicações
Perfil
Comente este texto

 

Natal...


Por: ALESSANDRA LELES ROCHA





Então é Natal… O ano passou na velocidade da luz e já nos preparamos para seu findar. Foram dias intensos sob uma atmosfera de tensão jamais imaginada. Tudo muito instável, muito difícil, muito angustiante. O desequilíbrio entre boas e más notícias faz com que as últimas prevaleçam e estremeçam nossas esperanças.
Mas, aqui estamos. Dezembro é o mês de se fazer um balanço da vida. Hora de se despir das fantasias e adereços e cair em si sobre o que é realmente essencial. Independente de qual seja a sua fé, o próprio sentimento de agregação familiar que o período propõe desperta para grandes reflexões.
Depois de tanta luta, tanta guerra, tanto conflito, consigo e com o mundo, corpo e alma pedem um pouco de alento e percebem a necessidade de se melhorar, de evoluir. De repente, passamos a enxergar as picuinhas do cotidiano na exata dimensão que elas têm. Passamos a reavaliar nossas prioridades. Estabelecemos novos compromissos.
Quando nos dispomos a abdicar das aparências, das máscaras, dos protocolos, nossos olhos passam realmente a enxergar. Enxergar a si, a vida, ao outro. A visão pode não ser tão bela, tão aprazível; mas, mesmo nas piores imagens, descobrimos que é possível aprender, agregar conhecimento e redimensionar os próprios valores.
Sabe, ninguém é 100% certo nem 100% errado. Somos um pouco de tudo, de defeitos e de virtudes. Somos humanos e é nessa condição que precisamos trabalhar em busca de uma evolução consciente e consistente por uma coexistência melhor. Isso se chama fraternidade e tem um efeito transformador indizível.
Entendemos, então, o real significado da troca de presentes. O gesto de presentear significa oferecer a alguém algo que possa torná-lo (a) essencialmente feliz. Nem sempre essa gota de felicidade está relacionada com algo material. Há muitas formas de presente, pois há muitas demandas pelo ser humano. Talvez, a mais significativa entre todas, em nosso tempo, seja simplesmente perceber a presença do outro.
Não, isso não é bobagem. Temos nos tratado uns aos outros como seres invisíveis. Quando muito, e para alguns poucos, temos dispensado migalhas de tecnologia e só. Nessa invisibilidade temos tecido uma solidão coletiva que se não mata, fere como um punhal. Afinal de contas, na contramão desse processo, contrariando o discurso do invisível, todo indivíduo quer pertencer, ser aceito, ser amado, ser lembrado.
Segundo José Saramago, em Ensaio sobre a Cegueira, “Fizemos dos olhos uma espécie de espelhos virados para dentro, com o resultado, muitas vezes, de mostrarem eles sem reserva o que estávamos tratando de negar com a boca”. Por isso, você pode comprar milhões de presentes que conseguem até extrair alguns sorrisos e agradecimentos; mas, nada se compara a um gesto de reconhecimento da presença do outro.
Olhos nos olhos. Um abraço que toca os corações. Um aperto de mãos intenso. Uma palavra que conforta. Enfim... Basta pensar que há situações na vida em que presentes materiais não seriam capazes de alterá-las e, nem tampouco, fazer aflorar uma felicidade genuína.
Ao retirarmos os outros da invisibilidade, também nos tornamos visíveis. E isso é verdadeiramente fortalecedor na construção de uma sociedade mais justa, mais solidária, mais criativa, mais inovadora. Sonhos começam a ser compartilhados. Diferenças começam a se somar em torno de um propósito comum. E o respeito passa a ser diretriz de todas as ações.
Esse é o verdadeiro Natal! Que não dura apenas uma noite. Que não acalenta a alma apenas por algumas horas. Que não se restringe a uns poucos. Que está ao alcance das mãos, dos olhos, do coração.

 

449 - Leitura(s)
 Comentar

 

Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: MBTP (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP será enviado junto com a mensagem.