A casa dos grandes pensadores
 
 
 

ROSANGELA MALUF

 

 

 

Depois dos 40...
 
Não me pesam os anos
Ainda que o espelho
Insista em mostrar-me
o que não quero ver...
Traços profundos
Preocupação expressa
Rugas de tristeza
Rugas de surpresa
O olhar
Vincos ao redor dos olhos
De tanto rir
De tanto chorar
Curvas, retas, traços, trilhas
Semi círculos , sinuosos
É assim que a minha estória se faz
É assim que a minha estória se mostra
Minhas mãos...ah, minhas mãos
Caudalosos e azulados rios
Que melhor seria
Se ali não estivessem
O escorregar do corpo
Pela gravidade afora
Impossível impedir tal queda
Mas lá no peito
Um bravo coração resiste
Saudável e forte
Um coração feliz
Que ainda distingue
O sul do norte
Que ainda insiste
Na vida e não na morte
Coração valente
Que ainda quer colo
Quer paixão, quer emoção
Como se jovem inda fora
Quem pode deter esta alegria
Que aumenta com a noite
E cresce com o dia ?
 

Rosangela Maluf
                      
Publicação: www.paralerepensar.com.br  - 12/11/2007