A casa dos grandes pensadores
 
 
 

ROSANGELA MALUF

 

 

 

POEMA URBANO
 
É cedo ainda
E no andar de cima
Se arrastam cadeiras
Lá fora o ruído
Tem feira livre
Buzinas e gritos
Assovios, apitos
Barulhos do dia
Galo que canta
Porta que bate
Campainha..
Cachorro que late
Homem que grita
Uma criança chora
Telefone que chama
Rádio que fala
Eu que acordo
Louca de raiva
Resmungo, reclamo
Xingo baixinho
Que mau humor
Este barulho insano
Esta loucura toda
Este desconforto
Este poema urbano
 
Rosangela Maluf
 
Publicação: www.paralerepensar.com.br  13/08/200