A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 
Infantil
 
Trava Língua
Por: Mark Brunkow

Quando criança aos domingos eu sempre viajava para a casa de meus avôs que moravam em uma chácara no interior. Para chegar a casa tínhamos que atravessar uma rua de paralelepípedos toda paralélepipeidada.
Atrás da casa havia uma montanha linda, lá havia cinco bicas, cinco pipas, cinco bombas e meu avô sempre dizia, tira a boca da bica, bota a boca na bomba. Bote a bota no bote e tire o pote do bote.
Nas árvores sempre repletas de frutas existiam também inúmeros pássaros como os sabiás que sabiam que a mãe do sabiá sabia que sabiá sabia assobiar.
Muitos animais como o porco crespo amarrado no toco preto que comia no tacho sujo o chuchu chocho.
Muitas galinhas com seus pintinhos que ficavam perto da torneira que pingava e sempre de olho neles o gato. Atrás da pia tem um prato, um pinto e um gato. Pinga a pia, apara o prato, pia o pinto, mia o gato.
Existem outros bichos esquisitos como a tatu-peba com seus sete tatu-pebinhas. Quem destatupebá ela, bom destatupebador será.
Tem também um ninho de carrapatos, cheio de carrapatinhos, qual o bom carrapateador, que os descarrapateará.
Tem também um ninho de mafagafos, com sete mafagafinhos, quem os desmafagafizer será um bom desmafagafizador.
Meus primos também vão lá de vez em quando. Tem o Juca, o Cajá, o Juju e o Cacá. Uma vez minha avó deu frutas para todo mundo, o caju do Juca e a jaca do Cajá. O jacá do Juju e o caju do Cacá. Mas o Cacá não queria caju. O que é que Cacá quer? Cacá quer caqui. Qual caqui que Cacá quer? Cacá quer qualquer caqui.
Minha Avó também gosta de fazer doce e sempre nos dizia que uma vez o doce perguntou ao doce qual é o doce mais doce e o doce respondeu ao doce, que o doce mais doce é o doce de batata-doce.
Tem também o seu Pedro vizinho do vovô que arruma coisas. Meu avô dizia que seu Pedro era a única pessoa no mundo capaz de arrumar um Tapibaquígrafo e por isso ele era um Tapibagrifista.
Uma vez seu Pedro pregou um prego na porta preta do galpão. De tanto ficar no sol seu Pedro tem o peito do pé preto. Preto é o peito do pé de Pedro. Quem disser que o peito do pé de Pedro não é preto, tem o peito do pé mais preto que o peito do pé de Pedro.
Seu Pedro é irmão de seu Paulo Pereira Pinto Peixoto, pobre pintor português, pinta perfeitamente portas, paredes e pias, por parco preço padrão.
Lá também tem um lago e no lago sapos. Uma vez meu primo colocou um sapo dentro do saco. O saco com o sapo dentro. O sapo batendo o papo. E o papo soltando o vento.
E tem também a Maria empregada da vovó. Eu sempre brincava quando ela aparecia, Maria-Mole é molenga, se não é molenga, não é Maria-Mole. É coisa malemolente, nem mala, nem mola, nem Maria, nem mole.
Um vez a tigelinha de água fria, que caiu da prateleira, foi nos olhos de Maria que chorou segunda –feira. Maria é de Jaguaminbaba, mas seu marido nasceu em jaguanambi.
Ela é excelente cozinheira e sempre diz que farofa feita com muita farinha fofa, faz uma fofoca feia. Ajuda também na limpeza, afinal casa suja, chão sujo, mas eu não gosto do cheiro da cera. Quando chego logo digo, chega de cheiro de cera suja.
Eu lembrei tudo isso por que hoje é domingo, pé de cachimbo, o cachimbo é de ouro, bate no touro, o touro é valente, bate na gente, a gente é fraco, cai no buraco, o buraco é fundo acabou-se o mundo.

 Comente este texto
 Paralerepensar


Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: AVfY (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP será enviado junto com a mensagem.