A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 
Poesia
 
Amor de poeta!
Por: Paulo Elias

É sublime, sofrível, doloroso; é mágico honroso,
Não pode ser respondido senão quebra a magia,
E tira a alegria de uma história bonita.
Amor de poeta é mulher sem nome,
Ou então têm tantos que não cabe na poesia,
Mas com maestria nós a chamamos:
Meu sol, minha lua, a primavera é tua!
São tuas as manhãs geladas com o sereno caindo,
O silencio ferindo...
A ti pertence os campos e pradarias, a grata e doce folia
Que fazem os aldeões!
Navegue em meu coração nas águas turvas deste oásis,
Que não tem como sair;
Se estiver disposta a amar, só sei como chegar,
O mapa está nas estrelas, olhe bem e veras,
Perdido nas curvas do tempo, teu nome cavalga os ventos
Chegando a mim num sussurro!
Amor de poeta é assim, sem nome sem rosto sem calor,
A gente sabe que é amor porque mexe com a imaginação,
Nos traz inspiração...
Amor de poeta é loucura, mas é com doçura que cultivo pra mim,
Em terras férteis desabrocha vence a dureza da rocha
Lança teu lamento ao vento maldizendo seu dilema,
Teu nome é...

 Comente este texto
 Paralerepensar


Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: fKCU (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP será enviado junto com a mensagem.