A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 
Resenha
 
Minhas dissertações
Por: andre mendes


Tema: Por que trabalho é sinônimo de sofrimento?


Os escravos de si

“Trabalhar” nasceu do latim Tripaliare(Torturar) que pro sua vez deriva da palavra Tripalium, nome de um instrumento de tortura composto de três paus.

Nascido para exprimir uma idéia de sofrimento, com os anos, esse verbo teve seu sentido alterado pelos seus falantes de nossa língua ( já significou esforça-se, lutar, pugnar e por fim o “trabalhar” que conhecemos hoje ) mas não perdeu o vínculo com seu significado original : O do sofrimento !


Aliás há entre muitas pessoas, inclusive jovens, a expressão “ralar” no lugar de trabalhar. Esta expressão remete o sofrimento carnal, assim como o do Cristo, na subida do Calvário.


"O terrível é que culturalmente estamos submetidos a achar que trabalhar é uma das piores coisas do mundo."

O vocábulo trabalho quase sempre está associado a dor e sofrimento : Trabalho de parto, trabalho de turno, trabalho social, entre outras situações.A questão é que devemos nos reeducar para visualizamos que não estamos sentenciados a trabalhar.

Por mais difícil que seja o seu trabalho, não estamos amarrados a fios elétricos numa tortura desumana.

E antes que o leitor (a) classifique este texto como sendo de auto-ajuda, no sentido mais negativo, eu o indago a refletir se você trata o verbo trabalhar como sofrimento obrigatório.

Apesar de ser um meio de sobrevivência, o trabalho como disse , Getúlio vargas : “ O trabalho dignifica o homem.” Não só dignifica porque dá-lhe condições de pagar as suas despesas, contas entre outros gastos, mas principalmente porque dá-lhe valores essenciais ao bem comum e individual. Valores estes que farão de cada jovem que adentra o mercado de trabalho, um homem, uma mulher.


Não adianta, nós passamos mais de um terço da nossa vida trabalhando, e é com ele que realizarmos os nossos sonhos e fazemos planos e construímos amigos para vida toda.

O trabalho não é um casamento, cujo o tédio começa no café da manhã e termina as 0:00 hs, uma esposa (o) careca, banguela (o) com barriga e com mau hálito.

Enquanto não mudarmos o sentido do verbo trabalhar, seremos eternos escravos, não do nosso chefe, mas de nós mesmos!


Tema:Violência dos seres humanos contra seres humanos!

Como nós somos tão incompetentes...?!?

Várias crianças apanham diariamente, como se o espacamento
fosse um sinal de educação. Quando nós agredimos alguém é porque somos
educadores incompetentes. Se batermos numa criança ou em um ser humano mais
frágil que nós, é devido a nossa incapacidade de demonstrar argumentos válidos
para uma comunicação digna entre humanos.

O corpo é matéria mais
inviolável que existe, pelo menos deveria. No entanto não é.

O estranho é que muitos de nós aplaudimos o "coro' como uma
ferramenta de educação, contudo é um mostro da repressão.
O exemplo é a essência da educação. Infelizmente só nos
alertamos quando crianças são mortas ou espancadas e
estrupadas covardemente.
Bater em alguém seja quem for é um absurdo quando se faz por
indução, por covardia. Não podemos consentir que os nossos filhos cresçam com a
idéia de que seu corpo é violável. Nem, que para isso devamos rever todas as
mortes, estrupos, espancamentos feitos a idosos `a criança, de mendigo à
empregadas domésticas, nos últimos meses e semanas, para que sirva de reflexão
dos nossos maus hábitos.


Tema: Por que não somos treinados para superar os nossos fracassos?

Perdas e ganhos


O sucesso não é contrário do fracasso, aliás, o fracasso é um para muitos um tipo de vitória: “Perder e não se render é uma vitória” ( Anônimo)
A grande questão é que em toda a nossa vida somos educados, treinados e influenciados pra vencer, e quando perdemos logo desabamos, visto que não somos perdedores.
Esquecemos, no entanto que o sucesso é aquilo que queremos que: “–Vencedor não é só aquele que chegou em primeiro lugar, mas sim sobretudo àquele que sabe que deu o melhor de si.”( Anônimo). Não sabemos lidar com nenhum tipo de perda, o paradoxal é que somos educados a vida inteira para sermos imortais, e ai morre um ente querido, um amigo de infância... Nós deveríamos ter uma compreensão mais serena das nossas perdas.
"Em cada perda, há um ganho, em cada ganho há uma perda.Jamais esquecemos que por mais difícil que seja algo : “ A persistência é caminho para o sucesso.” ( Charles Chaplin )Persista e vença, perca e levante!"
Esclareço que em relação a morte é claro que luto e a dor são sintomas que devem existir. Mas repito, na maioria das vezes é uma amputação que ocorre.
Deveríamos ser instruídos pra sabermos que a morte não é o contrário da vida. A pessoa morre, porém as suas ações não. Lembranças serão guardadas, projetos continuados, sonhos realizados.
Assim é o sucesso. Um exemplo de que o fracasso não é o contrário do sucesso, é o caso de SOICHIRO HONDA, fundador da Honda, teve a sua fábrica de motos incendiada por duas vezes, o seu projeto inicial de motocicleta foi repudiado por vários comerciantes e empresários japoneses. O Thomas Edison, o grande inventor que criou a lâmpada elétrica, entre outros inventos, teve inúmeros fracassos, o Santos Dummod tentou incansavelmente voar e voou, no 14 bis.
Portanto o fracasso é só uma percepção, quando eu caio eu não deixo de ser o que sou, é óbvio que posso me ferir, contudo continuo sendo eu mesmo. As perdas e ganhos são coisas diferentes, jamais contrárias.
Em cada perda, há um ganho, em cada ganho há uma perda.Jamais esquecemos que por mais difícil que seja algo : “ A persistência é caminho para o sucesso.” ( Charles Chaplin )
Persista e vença, perca e levante !

Tema : Por que é tão difícil vencer na vida?

Seria mais valiosos vencer na vida sem os obstáculos ?

O Inadmissível sofrimento

Eu me recuso a aceitar que é sofrimento ter que lutar pelos nossas metas e sonhos.

Se você quer crescer, não lamente às pedras e os espinhos do caminho. É inacreditável que muitos de nós, reclame excessivamente, dizendo :" A vida é muito difícil" " Vencer é impossível" " Não Quero que os meus filhos sofram como eu sofri " Estas expressões parecem ser descritas do calvário e não da vida.



Em primeiro lugar, vamos discernir algo essencial, que julgo ser crucial ao tema. Existem dois tipos de sofrimentos na vida: Os reais e os imaginários. Os primeiros são sinônimos de inevitáveis: a morte de algum parente ou amigo... A perda de um emprego.. O segundo é culturalizado. Os sofrimentos reais são humanos e o pesar é mais que compreensivo. Os sofrimentos imaginários são ditados pela a sociedade, que cultiva na sua raiz esse tipo de tortura. Tortura esta que às vezes nos bloqueia a sermos bem-sucedidos na vida.

“Somos livres e se escolhemos sermos bem-sucedidos devemos aceitar e valorizar tanto os obstáculos quanto os riscos de não atingirmos os nossos os objetivos."


Não admito, em hipótese alguma, que alguém que queira crescer na vida, chame de de sofrimento os obstáculos que fazem parte da trajetória da vida. A grande questão é que por termos está atitude, muitos de nós se sentemos condenados a trabalhar como se cumprissem uma pena carcerária.

Somos livres e se escolhemos sermos bem-sucedidos devemos aceitar e valorizar tanto os obstáculos quanto os riscos de não atingirmos os nossos os objetivos. Mas, repito prefira um trilhão de vezes lutar e errar e consertar a rota quando for necessário do que se juntar aos verdadeiros fracassados, àqueles que por medo ou preguiça ganharam medalha de ouro em derrotas.

Tema: Você é ético?

“Sem a conduta moral. Não haverá saída para os homens."
( Albert Einstein )


Ética: a morada do ser ?

Nunca se discutiu tanto ética quanto no século passado e no século atual.
Na verdade, ética que vêm do grego, foi amplamente dialogada. O interessante é que os grandes filósofos, na antiga Grécia, não imaginavam que a ética seria tão bem falada e tão mal explicada e aplicada.
"O ser humano não é um mero cumpridor de normas. Aliás estamos muitíssimo além disso. Somos seres humanos."

Hoje é comum ouvirmos, se não falarmos que tão conduta de tal fulano é antiético, ou seja, aético. Mas o que é ser ético? Ser ético, responderia Platão, Aristóteles, Sócrates, Pitágoras em uma unânime resposta:- “É ser, ser humano." Pois um dos sinônimos de ética é a "morada do ser".

O ser humano não é um mero cumpridor de normas. Aliás estamos muitíssimo além disso. Somos seres humanos. A ética abraça a moral, a política, o direito. Cabe a cada um de nós decidirmos o que é ético. Sem, contudo ultrapassar os limites individuais, em benefício próprio. Se tem algo que é repugnante, atualmente é levar ética além da vida.
Ética é uma palavra. Ser ético é uma ação. Ação que está em conjectura com os valores humanos e com a vida. O bem mais valioso da Terra!


Tema: a utopia morreu?

(?)

Acreditava-se até meados do século passado, na utopia. A diminuição quase global da fome, injustiça e da desigualdade social.

"A utopia não morreu, ela está viva. Só que de ropagem e ideais novos. O século XXI é o século que precisa de seres humanos, como : Gadhi, Mather Luther King, Abraham Lincoln, Josué de Castro, entre tantos. Homens que não eram mágicos não eram invisíveis, não eram imortais, mas acreditavam em mundo sem a miséria, sem a injustiça e desigualdade social."

Hoje a utopia não é mais a mesma, pede-se novos ideais. Mesmo, que seja ao encontro da anterior. Não podemos acabar com a fome, miséria, injustiça do mundo. Mas podemos e devemos acabar com as nossas misérias, diminuindo ao máximo o desperdício, seja qual for. Também podemos acabar, igualmente com as nossas injustiças, sendo justos conosco e com os nossos familiares e com o próximo.



A utopia não morreu, ela está viva. Só que de ropagem e ideais novos. O século XXI é o século que precisa de seres humanos, como : Gadhi, Mather Luther King, Abraham Lincoln, Josué de Castro, entre tantos. Homens que não eram mágicos, mas acreditavam em mundo sem a miséria, injustiça e desigualdade social. Todos eles aspiraram com o corpo e alma, por uma sociedade mais justa. Alguns até pagaram com a sua vida! Contudo, eles ressoaram como a própria utopia, que nos mostra aonde irmos, embora jamais a alcancemos. A utopia é uma maneira ver e agir, para que sejamos mais humanos, neste mundo, que ameaça a desabar, a cada minuto.
Tema: Aquecimento global!


Pequenas gotas diárias

O aquecimento global antes assunto de irrisória desqualificação, hoje indispensável se falar sobre o futuro da humanidade.
Pergunta-se o que podemos fazer cada um de nós para contermos o irreversível fenômeno global. Nós como pequenas gotas diárias no oceano da civilização moderna? Podemos, dizem os especialistas, desde a reutilização da água, que será mais escassa nas próximas décadas, como apoiar empresas que respeitam o meio ambiente e o ser humano, entre outras atitudes pequenas que contribuem muito para toada a sociedade.
A nossa cumplicidade no aquecimento global já esta cientificamente comprovada.E se de fato somos co-criadores desde grande-fenômeno global, podemos e devemos fazer o possível e o impossível para diminuí-lo desde já!!!


Tema: A desconfiança é a causa da maioria dos desentendimentos ?

O diálogo: - ferramenta múltipla

Confiar em uma pessoa não e seguro de fidelidade, seja qual for o relacionamento.E saber que outro e também um ser humano, mesmo que venha a ser infiel.

Muitos desentendimentos têm a estirpe na ausência de diálogo e não na específica desconfiança.

O diálogo ainda é o melhor antídoto.A desconfiança existe em caso particular, embora muitos a negue o que faz crescê-la ainda mais.Sejamos honestos com nós mesmos, o diálogo é a melhor forma de desculpar-se.


Tema: Sexo e adolescência - uma fase de diálogos

O diálogo como instrumento consciente de formação!


A sexualidade passou, nas últimas décadas por profundas mudanças, no entanto não houve diálogos suficientes.
Dialogar sexualidade, exige dos pais, professores e educadores em geral uma visão peculiar sobre os adolescentes, pois eles têm neste século,um acesso inimaginável sobre a sexualidade.Embora eles se sentem decepcionados, não conseguem serem seguros quanto ao agir e como agir, na hora de uma iminente relação sexual.
Dialogar com os jovens é indispensável, para formá-los adultos felizes e saudáveis, sem contudo submetê-los a uma preliminar metodologia.Dialogar é acima de tudo trocar experiências.


Tema : Trabalho Infantil

O Brasil desconhecido

Deixemos a hipocrisia de lado, trabalho infantil é um ato mais que arcaico e, no entanto, ainda é cometida nos dias de hoje.
Um absurdo que agrega não somente um esquartejamento na infância de cada nova vítima, como o próprio país naufraga defronte a ineficiente de uma solução definitiva.
A infância é um direito constitucional,porém reconheçamos que o mercado clandestino infantil é um por um lado , mantido seja nas zonas rurais na sua maioria e nas metrópoles na sua minoria, sendo em alguns casos superando as fronteiras nacionais, como as exportações de crianças que abastecem tanto o trabalho quanto a prostituição.
Apesar disto creiamos que o "osso" que alimenta o trabalho infantil é uma questão pública,convenhamos em aceitá-la como um problema nosso, assim como disse a escritora Marina Colasanti, em um crônica sua: " Não existe meninos de rua e sim meninos na rua." Admitamos de um vez por todas, que o trabalho infantil é tão real como inadmissível no século XXI.Não obstante aos avanços inimagináveis tecnológicos, alimenta em suas raízes problemas de caráter primitivo que muitos ignoram como, se não fossem seus.

 Comente este texto
 Paralerepensar


Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: JWDQ (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP será enviado junto com a mensagem.