A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 

 

Pablo Araujo de Carvalho
Publicações
Perfil
Comente este texto
 
Poesia
 
A MORTE DA BALEIA ( Em memória)
Por: Pablo Araujo de Carvalho

Apenas um segundo...
Segundo este que se eternizaram, pois sei que precisas partir
Encontro e desencontro
Destinos...
Posso dizer de tu, Oh minha felicidade
Tu és busca fatigante
Tal qual o alimento diário
Tal qual acordar
Tal qual respirar
Como o sol que nasce e morre
Para daqui a pouco, nascer e morrer
E nascer e morrer...
Assim é a felicidade, esse ciclo vicioso.
Pode se dizer que á procuramos, á encontramos, para daqui a pouco perde-la
Tão quão importante é o momento exato que á encontramos
Tão triste é o segundo que antecede a sua partida
Para novamente emergir a vontade de busca-la.
Oh! felicidade
Tão fatigante é tua busca
Não nasceste para ser plena!
Tu és uma busca
Tu és um momento
Tu és um segundo
Tu nunca serás eterna
Tu és a alegria de quem à possui
Tu és a angustia de quem à procura
Tu és a dor de quem à perdeu
Tão doce é teu encontro
Tão amarga é tua partida
E a sua alegria?
Ah, sim: sua alegria estava expressa
No latido incessante
Na presa capturada
E no abanar de rabo
Sim...
E agora?
Sobrou-me somente a terra vermelha
O solo rachado
O sol a pino
Chape-Chape, as alpercatas batendo no chão
Os mandacarus
Os xique-xiques
As baraúnas
As catingueiras
Restou-me somente o solo árido, pois, seca seria a minha vida
Na lembrança?
Só a felicidade, que jaz sepulta na forma de cão
Felicidade?
Uma triste lembrança que desfalecida, arqueada e com olhar taciturno
Sonha com um novo mundo repleto de preás.

 Comente este texto
 Paralerepensar


Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: XYda (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP será enviado junto com a mensagem.