A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 

 

Pablo Araujo de Carvalho
Publicações
Perfil
Comente este texto
 
Crônica
 
DO MEU ENCOSTO CUIDO EU!
Por: Pablo Araujo de Carvalho

Estava certo dia conversando com um amigo que relatou-me o seguinte acontecimento:
- Camarada, houve essa:
Estava na cachaçaria do Ramiro e depois de tomar o meu uisquinho, já de saída me aborda um rapaz com um livro preto na mão e diz:

- Irmão, você esta com encosto, pois bebida não é de deus!
Agradeci o conselho e fui para casa.

Em outra ocasião estava escutando um Samba-Canção lá no bar do Betinho, onde por sinal o grupo é muito bom e já de saída me aborda aquele mesmo rapaz com um livro preto na mão e diz:
- Irmão, você esta com encosto, pois esse ambiente, esse tipo de musica não é de deus!
Agradeci o conselho e fui para casa.

Na segunda-feira estava novamente no bar do Ramiro tomando uma água com gás, pois a ressaca estava forte e aproveitava para ler “O Guardador de Rebanhos”, um belo livro de um conterrâneo patrício.
Vi aproximar novamente aquele já conhecido irmão e pensei:

- Quero ver o que ele vai dizer, pois hoje não estou bebendo nada alcoólico.
Já chegando perto da mesa que seu estava saudou-me:

- Como vai irmão?
Respondi-lhe educadamente
- Estou bem e você?
- Na paz do senhor
Ele olhou na mesa e disse:
- Vejo que se libertou da bebida!
- É estou de vagar
Ao ver o livro que eu estava lendo inquiriu-me:
- Que livro é esse?
- É de poesia
Depois de uma olhada superficial na capa, ao ler o titulo “O Guardador de Rebanhos” ele ficou em silêncio para logo em seguida dizer:

- Irmão você esta com encosto, Onde já se viu! O único guardador de rebanhos é deus e esse livro não é de deus!
Como eu estava de saída, agradeci o conselho e fui para à casa.
No caminho, já meio intrigado, ia pensando naquela história toda de encosto.
Cheguei em casa, abri a porta lentamente, pois passava da meia-noite e pasme! com quem eu dou de cara na minha frente?
Isso mesmo o encosto, quer dizer minha esposa.
Que cheia de amor diz-me:
- Isso são horas de chegar? Onde estava vagabundo!
- Lendo livro no bar
- há, há, há... e bar agora virou biblioteca!
- Pode cheirar minha boca!
- É...sem cheiro de bebida
- Bom, eu vou ao escritório escrever alguma coisa, tô sem sono
- Escrever o que?
- Uma crônica, poesia ou pensamentos, sei lá!
- E desde quando você é escritor?
- Deixa pra lá!
- Deixa pra lá? Escrever de madrugada? Deus ajuda quem cedo madruga homem! Isso só pode ser encosto!
-Chega!

Fiquei de saco cheio e fui dormir, porem fiquei intrigado.

E foi isso que aconteceu camarada
- Você acha que devo ir à igreja ou em algum lugar que mexe com essas coisas de encosto?
- Olha, se for encosto mesmo, acho que deveria ficar com ele
-Tá doido! Qual motivo de ficar com ele?
- Oras, já pensou se quando você esta tomando seu uísque quem encosta é o “Poetinha” saudoso do cão engarrafado. Ou quando você esta escutando um samba ali encosta Pixinguinha ou Noel Rosa, saudoso de suas marchinhas.Ou porventura quando você escreve um poema e se põe a lê-lo, será que ali não esta encostando o criador de Alberto Caeiro?
Ao ouvir meus conselhos e justificativas, finalmente chegou a conclusão e disse-me:

- Pensando por esse lado, isso é verdade camarada, quer saber: do meu encosto cuido eu, vai que eles tiram meu encosto e tenho que virar ateu!

 Comente este texto
 Paralerepensar


Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: KFbd (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP será enviado junto com a mensagem.