A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 

 

Maria Iliana Schiavinato
Publicações
Perfil
Comente este texto
 
Citação
 
INFINITAMENTE SÓ
Por: Maria Iliana Schiavinato

Difícil traduzir o vazio imenso que trago comigo ao longo de toda minha vida.
Não me faltam oportunidades, somente discernimento e coragem.
Nunca soube exatamente onde queria chegar e muito menos procurei me ater a essa questão. Sempre me deixei conduzir sem contestar, talvez por comodismo.
Caminhei muito e não cheguei a lugar algum!
Talvez esta seja uma conotação um tanto exagerada de pessimismo e introspecção com que me presenteio mas, é exatamente assim que me sinto, sem rumo, apenas vivendo a mesmice dos intermináveis dias de solidão e vazio no peito, na alma, no coração.
Não sei se essa minha inércia é algo genético, talvez seja mas, isso não me faz melhor do que sou e nem me dá o direito de cobranças, mesmo porque a lei do Livre Arbítrio está aí para ser usada.
Cheguei a triste conclusão de que sou uma pessoa absolutamente só e absurdamente irresponsável.
A vida é algo que não se pode desperdiçar porque cada minuto contabilizado é um a menos para ser vivido.
Fico aqui pensando quantos minutos de minha vida realmente foram aproveitados. É difícil fazer as contas mas, com toda certeza o número de aproveitamento foi bem menor.
Já vivi metade de minha vida, talvez muito mais do que isso. Ninguém sabe ao certo quantos dias faltam para o final mas, fazendo uma retrospectiva só consigo enxergar um buraco negro ou um vazio. Não sou um ser que, por qualquer razão, até este momento, tenha "feito a diferença" e isso me incomoda ao mesmo tempo em que não me impele a sair da frente deste computador e correr em busca do que ainda pode vir a ser, porque correr atrás do tempo perdido não tem nada a ver. O que foi perdido, simplesmente perdeu-se.
Não sei como me reinventar mas sei que é preciso e o relógio não pára.



AUTORIA DE Maria Iliana Schiavinato

 Comente este texto
 Paralerepensar


Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: EMFd (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP será enviado junto com a mensagem.