A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 

 

 
Poema
 
SAUDADE DE VIRGINÓPOLIS
Por: Tolentino e Silva

Ainda me mata a saudade
Da minha pequena cidade
Que me assistiu nascer
Por entre as estreitas ruas
E as vielas nela contidas
A história pode-se ver

Saudade da Igreja Nossa Senhora do Patrocínio
Quando ainda menino
Um dia fui crismado
Nesse dia, calcei o meu primeiro par de sapatos novos
Como um pinto no interior do ovo
Sentia meus pés calejados

Do velho Grupo Escolar
Onde comecei a estudar
Como me orgulhava ver
Tremular a bandeira no mastro
No interior do grande pátio
Sentia-me herói, sem soldado ser

Saudade do meu segundo lar
Onde pude encontrar
Afeição e carinho
De Josefina e Levy
Com quem eu muito aprendi
Seguir um honrado caminho

Onde aprendi a ser homem
Deram-me honra, um nome
Me senti amparado
Eles e sua filha, professora Ana
Minha segunda família
Por quem fui educado

Cidade da jabuticaba
Da geleia, da cachaça, do vinho
Do licor, tudo feito com carinho
Ah! Você precisa escalar
A maior escadaria do mundo
Está no livro dos recordes, sabia?
Lá no alto, a capelinha
Que abriga a padroeira, a madrinha
Da minha cidade natal
Ô que saudade danada!
Qualquer dia desse eu pego a estrada
Vou tomar leite no curral

 Comente este texto
 Paralerepensar


Comentário (1)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: fYfN (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP será enviado junto com a mensagem.