A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 

 

 
Poema
 
SÚPLICA
Por: Tolentino e Silva

SÚPLICA
Tolentino e Silva

Senhor, ouça a voz deste povo
Que no interior de um ovo
Procura a claridade
Com o anseio da vida
Espera a casca ser rompida
E conquistar a liberdade

Um povo esmagado
Humilhado, sacrificado
Que clama por justiça
A escravidão não acaba
Torna-se infinita a estrada
O que tende a prosperar, enguiça

Há quanto tempo este povo
Que muitas vezes inocente
A a um animal comparado
Por quanto tempo mais agüentará
Continuar na escuridão
Viver alienado

Olhai pelos seus filhos aflitos
Que sufocados são os gritos
Em desespero profundo
Não sabem a quem recorrer
Vendo aos poucos morrer
Nosso tão valioso, mas, perdido mundo

 Comente este texto
 Paralerepensar


Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: RdUG (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP será enviado junto com a mensagem.