A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 

 

 
Poema
 
PAZ, ONDE ESTÁ VOCÊ
Por: Tolentino e Silva

PAZ, ONDE ESTÁ VOCÊ
Tolentino e Silva

Pensamento profundo,
vejo o mundo
se desfazer.
Gente que se arrasta,
gente que mata,
pra sobreviver.

Constantes conflitos,
da morte o grito,
dos pobres inocentes,
que vivem intranqüilos,
em pleno exílio,
num covil de serpentes.

Não lhes poupam as vidas,
não encontram saída,
começam afluir.
Por mais que se afastam,
pra guerra se arrastam,
uma sina a cumprir.

Não se vê um sorriso,
só delírios e avisos,
que o inimigo chegara.
Mãos inocentes ao fuzil,
que de jeito febril,
a morte encaram.

No Irã há promessas,
mas o fogo não cessa,
a paz não regressa, só corpos ao chão.
Crianças treinadas,
já predestinadas,
a serem buchas de canhão.

Já fora Israel,
a porta do céu,
hoje, coberta com um véu, negro, cor da morte.
Seus filhos choram,
pela paz imploram,
mas, os navios ancoram,
No Porto do Norte

Os negros escorraçados,
amaldiçoados,
pelos brancos encurralados,
num combate infernal.
A Etiópia das dores,
da fome, dos horrores,
dos brancos doutores,
que lhes ferem com o punhal.

A arma nuclear,
pra tudo arrasar,
quando o homem quiser.
Se julgam inocentes,
não passam de dementes,
destruindo sementes,
que o Pai fez nascer.

 Comente este texto
 Paralerepensar


Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: IKYg (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP será enviado junto com a mensagem.