A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 

 

Antonio Galdino Alves de Souza
Publicações
Perfil
Comente este texto
 
Poesia
 
POR TI EU SUSPIRO E BABO
Por: Antonio Galdino Alves de Souza

POR TI EU SUSPIRO E BABO


Meu Deus! Bela como é que pode?
Meu coração quase que explode
Quando eu te passar desfilando,
Meus olhos quase pularam no chão
Pra seguir-te os passos no calçadão,
Como parazzis te assediando!

Bela, por ti eu suspiro e babo,
Pois vejo em ti de caba a rabo,
Tudo que um homem mais quer,
Eu juro e até faço aposta
Que existe homem que não gosta
Da gostosa fruta chamada mulher!

Barreiras – BA – 22- 04 - 2011
Antonio Galdino

 Comente este texto
 Paralerepensar


Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: QfYf (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP sera enviado junto com a mensagem.