A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 

 

Alexandre Simas Costa
Publicações
Perfil
Comente este texto
 
Ensaio
 
Ensaio sobre a mentira...
Por: Alexandre Simas Costa

Gosto da sinceridade, não é fácil ser sincero, as pessoas não estão acostumadas com a franqueza que acompanha a verdade. Nós temos medo, medo de não ser aceito, medo de ser excluído, medo de não ser compreendido... E por medo nós mentimos, pra ser aceito nós mentimos, para justificar nossas falhas nós mentimos...

É difícil para uma pessoa reconhecer seus erros, e principalmente confessá-los, é difícil descer do pedestal do EGO ate os porões de sua consciência e remexer em seus mais negros sentimentos, levantar o tapete onde esconde o lixo de suas ações e atitudes e limpar toda a sujeira escondida. Abrir o baú onde guarda suas mascaras e ter a coragem de jogá-las fora, ou pior ainda, expô-las aos ventos, deixar que as pessoas vejam sua verdadeira face. Temos medo de que nos achem feio, que se assustem com o que realmente somos, é preciso muita coragem para assumir-se.

Mentimos para sermos aceitos, pregamos o que não praticamos, e estamos sempre tentando justificar para nos mesmos que precisa ser assim, porque o mundo é assim, porque a mentira é um mal necessário, e as pessoas não estão prontas para a verdade. Não aceitamos que no fundo somos covardes e nosso medo nos leva a mentir, omitir, esconder-nos por trás do escudo da mentira sem percebermos sua transparência. A mentira funciona como um espelho falso, daqueles usados nas salas de interrogatórios dos filmes policiais, só que ao contrario, virado para nós, nos vemos refletidos nesse espelho e não percebemos que as pessoas do outro lado estão nos enxergando através dele...

E quando surge alguém dizendo - Um dia eu acreditei na mentira, hoje não mais - O chamam de demagogo, hipócrita, quando não de imbecil ou idiota. Porque um dia alguém disse que a vida é um teatro. E como teatro é fantasia, invenção, mágica... As pessoas resolveram interpretar a vida, e assim mentem umas para as outras, porque dessa forma acreditam estar tornando a vida mais suportável, e principalmente porque acreditam ser elegante não constranger uma pessoa lhe dizendo - Eu não acredito em você - Agindo dessa forma elas afastarão aquela pessoa de seu convívio, porque estará machucando seu EGO, seus sentimentos, e obvio, porque também não gostariam de serem francamente desmascaradas.

As pessoas no fundo não são más ou falsas, elas são tolas e covardes. Ninguém engana ninguém, somos nós quem nos enganamos a nós mesmos.

(SamisXela)

 Comente este texto
 Paralerepensar


Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: KBIQ (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP será enviado junto com a mensagem.