A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 

 

 
Crônica
 
O PEIXE MORRE PELA BOCA
Por: MÁRCIA DEBRASSI

Eis um ditado popular que, se os políticos levassem ao pé da letra, teriam um pouco mais de entendimento e cautela ao prometer “isso e aquilo” para a população, pois, este ditado é uma lição de vida para os sábios.
Na busca desenfreada pelo poder, políticos não pensam e nem medem as consequências dos seus atos, prometem, prometem e prometem. Já ouvi coisas e promessas absurdas (queira Deus que seja boato), pois até viaduto em uma cidade que tinha cerca de vinte e poucos mil habitantes já foi promessa de campanha. Ainda bem que o “dito cujo” não ganhou, pois queria ver ele cumprir tamanho absurdo.
Política é coisa séria, entregamos nossa cidade, nosso estado e o nosso país que tanto amamos nas mãos de pessoas que devem, no mínimo, ter comprometimento ao governar e defender os interesses de seus eleitores. Não adianta ter um ótimo discurso se a prática é desastrosa! Seria mais vantajoso então nos arriscar a confiar num discurso desastroso pois quem sabe a prática seria impecável???
Oxalá que os políticos tivessem a consciência de medir suas promessas eleitorais, e que se não tivessem, pelo menos se esforçassem para honrar o crédito a ele dado pela população mostrando garra, força e amor ao cargo que lhe fora confiado.
Dois mil e doze será ano eleitoral, será tempo de ouvir “pérolas” e de pedir discernimento para saber separar o “joio do trigo”, enquanto cidadãos não podemos e nem devemos permitir que nossa cidade caminhe para trás; necessitamos de progresso, de prosperidade, necessitamos de pessoas que amem trabalhar em prol de sua gente, portanto, façamos um retrospecto, analisemos tudo o que já fora passado e nos preparemos para as novas promessas sem nos esquecer do famoso ditado: “O peixe morre pela boca”.

 Comente este texto
 Paralerepensar


Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: BIQV (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP será enviado junto com a mensagem.