A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 

 

Marlene Vieira Aragão
Publicações
Perfil
Comente este texto
 
Sonetos
 
Papelórios por todo canto da mesa!
Por: Marlene Vieira Aragão


Papelório por todo canto da mesa!
Palavrório jogado ao vento, inútil...
Nenhum pingo ou, acento aceitou ardil:
Vir dançar nessas linhas por fineza.

A palavra, sai, susta, por surpresa,
Nua poeira mas canta, feminil;
Exigente ela conta o que sentiu
Lavadeira das noites com pureza...

Sem cansaço, procuro cada palavra;
Miosótis rendado no trabalho
Incessante de busca à minha lavra.

Na mesa, esquecida lá estava ela,
A palavra. O poema, meu orvalho...
Procurei e encontrei minha janela.





 Comente este texto
 Paralerepensar


Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: NaSN (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP será enviado junto com a mensagem.