A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 
Poema
 
A Delícia do Amor
Por: Pedro Valdoy


Teus lábios
deliciosos vermelhos
sequiosos sensuais
sabem a mel do amor

sentem-se no aroma
do meu jardim imaginário
quando passeamos
perdidos no tempo

Tua ternura celestial
ultrapassa o meu ser
rodeado pelas nuvens
de um único amor

Teus pés macios
sentem-se na passadeira
do desejo incontido
com teus olhos de prata

Suavemente me beijas
e o delírio é total
Meu coração saltita
como uma andorinha

Meu espírito
sente a tua meiguice
rodeada pelas ondas
de uma paixão infinda

Chegou a hora
a separação curta
desespera para um amanhã
renovado coberto de beijos

E nossos passeios
continuarão através das nuvens
com passos lentos
na entrada de um novo amor.

Pedro Valdoy

 Comente este texto
 Paralerepensar


Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: ZbVN (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP será enviado junto com a mensagem.