A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 

 

Mirna Cavalcanti de Albuquerque Pinto da Cunha
Publicações
Perfil
Comente este texto
 
Artigo
 
Eu e ‘os outros’, somos um só
Por: Mirna Cavalcanti de Albuquerque Pinto da Cunha







“A verdadeira Caridade consiste não em dar o que se nos sobra, mas em dividirmos com amor, fraternidade e solidariedade o que temos“.

Escrevi isso há algum tempo. Escrevi, pois é o que sinto. Nada que escrevo, o faço ‘por fazer’. Tenho colocado ‘no papel’ (internet) os meus sentires, os meus pensares, os meus pesares, alegrias, esperanças, vontades: enfim, tudo o que sou – na verdade, sou o que escrevo ou ‘SOU QUEM ESCREVO‘, seja poesia, seja prosa ou artigos diversos, mesmo os de cunho político, científico ou jurídico, refletem a essência de meu Ser… TUDO SOU EU.

Sempre que me sento à frente do PC para escrever, as letras aglutinam-se em palavras, estas em frases, que por sua vez, formam parágrafos, estes títulos… e sigo escrevendo, escrevendo, sobre o que possa vir a auxiliar nossos irmãos nesta vida e não só no espaço que ocupamos, como em terras outras.

Há muitos anos fortalece-se em mim a premente necessidade de elevar minha voz em defesa dos direitos do povo em geral.

Ressalte-se que não pertenço a partido qualquer que seja. Sou advogada e uso o conhecimento que tenho adquirido consoante a passagem do tempo e que,em moto contínuo, é meio para tentar melhorar o que for possível em uma sociedade em geral destituída de valores e princípios, cuja ‘política‘ , há muitas décadas , transmudou-se em ‘politicagem’. ”Ética”, com raríssimas exceções, só é encontrada no dicionário.

O Brasil tem passado por situações constrangedoras com o espoucamento de escândalos sucessivos e muitos dos acusados se dizem inocentes, não se importando com as provas mais do que robustas existentes . Imaginam que somos todos tolos…

Nosso Supremo Tribunal, no entanto, revelou ainda haver esperança de um futuro melhor, com o julgamento dos acusados e condenados membros do conhecido ‘Mensalão’.

Por outro lado, sinto-me profundamente triste e indignada ao contatar seguir ocorrendo o que os governos todos têm feito com nosso povo, principalmente nossas crianças e nossos velhinhos (idosos, melhor idade, ou seja lá qual a forma preferida: dá no mesmo…

Os anos passam céleres, nós nem os notamos. Inicia-se um ano e, quando nos damos conta, já chegou o mês de Junho e, como uma lufada de vento rápido, encontramos novamente o fim do ano que acabáramos de recepcionar)…

No entanto, olhamo-nos no espelho e parece que vemos o reflexo da criança que um dia fomos, pois a alma não envelhece, mas pode tornar-se sábia, se nos esforçarmos.

A sociedade de hoje, com sua mentalidade materialista, consumista e descartável, não está tratando com o devido respeito e dignidade os que têm a alegria de viver durante mais tempo, fazendo por vezes, com que esse privilégio se transforme em um fardo por demais pesado.

O fato é que todos têm direito ao respeito. Todavia – e principalmente- essas duas ‘pontas‘ da existência, Seu princípio e seu fim, necessitam de cuidados especiais. Cuidados diferentes, é verdade, mas cuidados: os que suas faixas etárias requerem.

Os governos todos têm sido engôdos intoleráveis, principalmente para as crianças inocentes, os jovens esperançosos e os idosos indefesos. Temos que fazer o que estiver ao nosso alcance para que tal não se repita, pois não podemos permitir o continuísmo de tanta desfaçatez.

Gostaria muito de ver a atual presidenta cumprindo as promessas feitas por seu antecessor – e por ela mesma, quando em campanha. Nosso povo merece – e aguarda o faça.

Neste novo ano que se aproxima, continuemos na senda da fraternidade, da solidariedade, da ternura, do carinho, da amizade.

Arremato: principalmente com amor por nossos semelhantes.



Mirna Cavalcanti de Albuquerque



Rio de Janeiro. 30 de Novembro de 2012
Brasil

 Comente este texto
 Paralerepensar


Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: JXBX (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP será enviado junto com a mensagem.