A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 

 

 
Sonetos
 
Soneto Vinho de Baco * Antonio Cabral Filho
Por: Antonio Cabral Filho

"Uma vez que o soneto é imortal",
meu ser respira em estado de graça,
Baco chega sem cerimonial
exibindo-me sequioso a taça.

Vem chegando Safo e suas meninas
deixando meu tonel todo assustado
perante o fogo e a sanha fesceninas,
mas com ou sem dor, será esgotado.

Neste momento Lesbos jás vazia,
e, mesmo sem estar cheios de uca,
rolamos pela areia de alegria.

Por mais que alguém tenha medo da Cuca,
não entrego o que aconteceu depois,
a menos que possa ser só nós dois...

MAIS SONETOS MEUS: http://blogdopoetacabral.blogspot.com.br/p/sonetos-do-cabral-antonio-cabral-filho.html

TEORIAS SOBRE SONETO: http://www.elsonfroes.com.br/sonetario/wanke.htm

 Comente este texto
 Paralerepensar


Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: cUTT (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP será enviado junto com a mensagem.