A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 

 

 
Poema
 
Coisas da natureza
Por: Aniel dos Santos

Sementes,
Muitas sementes;
Sementes que caem
Dos frutos maduros
De uma árvore frondosa
Que, certamente, morrerá
Um dia.

E quando este dia chegar
Esta árvore virará carvão,
Gerando energia
Para, de alguma forma,
Ajudar o homem.

As sementes germinaram
E agora já são árvores,
Não tão frondosas,
Mas,
No compasso da vida,
Um dia elas serão.

E tudo acontecerá novamente
Tal e qual
Aconteceu
Com aquela outra
Que a natureza
Propôs:
Germinar,
Brotar,
Viver
E morrer
Neste chão.


* * * * *

 Comente este texto
 Paralerepensar


Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: ZFgR (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP sera enviado junto com a mensagem.