A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 
Poesia
 
Sinto-me
Por: Marta Quirino

Sinto-me
Sinto-me nova para viver a vida...
Sinto-me velha ao ver o mundo em decadência...
Sinto-me nova para realizar sonhos,
Sinto-me velha Velha olhando a descrença humana.
Sinto-me nova para trabalhar, ajudar, ser solidária,
Sinto-me velha ao ver o ego do ser humano, inchado e oco ...
Sinto-me nova para criar, inventar, realizar,
Sinto-me velha ao ver os jovens tão cheios de nada.
Sinto-me nova para ajudar animais, salvar, correr, lutar.
Sinto-me velha ao ver a falta de amor atualmente.
Sinto-me nova ao ser gentil, amável, educada.
Sinto-me velha ao ver a violência instalada hoje em dia, por nada...
Sinto-me nova e vou lutar eternamente para não me sentir velha nesse mundo tão imundo.
Marta Quirino

 Comente este texto



Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: bREO (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP sera enviado junto com a mensagem.