A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 

 

Humberto Pinho da Silva
Publicações
Perfil
Comente este texto
 
Crônica
 
COMO É FEITO O SUCESSO
Por: Humberto Pinho da Silva

COMO É FEITO O SUCESSO



Por Humberto Pinho da Silva



Uma das primeiras colaboradoras do blogue Luso-brasileiro: “PAZ” – colaboradora e entusiástica, que ajudou a sua divulgação, – era distinta poetisa.
Nesse tempo, o blogue, era publicado no site do semanário “SOL”.
Já lá vão muitos anos – uma década; – e todas as semanas, é atualizado com interessantes textos, de conhecidos intelectuais brasileiros.
É justo, também, lembrar, que a propagação do blogue, em terras de Santa Cruz, deve-se, em parte, a ex-jornalista do “ J.J.” e principalmente, ao escritor, autor de curiosas peças de teatro: Albino Júnior.
Ora certa vez, essa colaboradora, num ato de desabafo, contou-me como lançou seu primeiro livro:
Quando era jovem e colegial, entretinha-se a escrever versos, que na sua opinião – segundo me declarou, já nos últimos anos de vida, – eram incipientes, próprios da idade e de quem inicia carreira literária.
Soube o pai dessa inclinação, e quis fazer-lhe agradável surpresa.
Deu-se o caso de ser amigo de escritor, com nome feito e influente no meio literário. Mostrou-lhe os poemas e pediu-lhe apoio.
Este atendeu o desejo do amigo, tanto mais, que além de ser muito querido, tinha largos bens e era otimamente relacionado.
Logo falou com críticos, solicitando a sua colaboração; já que se tratava de menina, que desejava iniciar carreira literária.
A obra veio a lume – não sei se a edição foi paga pelo bolso paterno ou por livreiro amigo, – com pareceres de iminentes críticos da nossa praça, que gentilmente teceram largos elogios à jovem, augurando que viria a ser figura proeminente na literatura.
A menina – pela mão do pai, – foi convidada para apresentar o livro, na TV.
Muito tímida, apareceu nos estudos, onde, entrevistador tentou acalmá-la, prometendo ajudar, e guiar a conversa, para que tudo corresse bem.
Não é preciso dizer, que a obra foi um sucesso…e a menina ficou radiante, orgulhosa do talento.
Correram anos e anos…O pai falecera, a menina cresceu, e continuou a versejar; mas, agora, com outros conhecimentos: seus poemas ganharam beleza; outra graça; tornando-se dignos de aparecerem em seletas.
Publicou, depois, vários livros, mas – segundo me contou, – nenhum teve o sucesso do primeiro.
Faltava-lhe a influência paterna e o apoio do editor.

***

Outro assunto, mas o mesmo tema:
Já lá vão muitos anos, li, que houve seleção de futebol, de adolescentes, que deu brado na Europa. Os jogadores eram excelentes e esperava-se que todos, ou quase todos, viessem a ser incorporados na Seleção Nacional.
Não aconteceu. A maioria passou a jogar em pequenos clubes, e desapareceram… Só ficaram conhecidos três, que tiveram a sorte – seria sorte? – de obterem empresários, que os lançaram em grandes clubes, que tinham excelentes treinadores.
Dizia Cruz Malpique, que o talento é feito: “de um por cento de inspiração e noventa e nove de transpiração”.
Concordo, mas acrescentaria: Como metade da beleza da moça, está na caixa – cosméticos, – também o sucesso não reside, apenas, no talento, mas nos “padrinhos”, que se obtém ao longo da vida, já que a maioria, só sabe pensar pela cabeça alheia.

 Comente este texto



Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: QMcQ (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP sera enviado junto com a mensagem.