A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 

 

Escritor ADhemyr Fortunatto
Publicações
Perfil
Comente este texto
 
Crônica
 
PENSÃO ALIMENTÍCIA
Por: Escritor ADhemyr Fortunatto

PUBLICADO EM NOSSA COLUNA DO JR NOTÍCIAS, DE SÃO PAULO - SP, em maio de 2.017.
----------------------------------------------------
PENSÃO ALIMENTÍCIA
Seguidamente se vê casos de clamores em relação a pensões alimentícias.
Esse é um fato recorrente da nossa sociedade atual, visto que os casamentos cada vez duram menos.
Ora, quando a mulher se une a um homem que já tem filhos, e que precisa pagar pensão alimentícia, é necessário que ela tenha em mente que esse homem, quer queira, quer não, tem, digamos, outra família, visto que é preciso pagar a pensão até a maioridade do filho.
É preciso, nos tempos de namoro, que a mulher leve isso em conta, e pese se valerá a pena ou não. Não que o homem que esteja nessa situação seja descartável; nada disso, o importante é o caráter, a honradez.
Mas ter em mente que dessa união uma parte das finanças será endereçada a outrem, é fundamental.
É a lei, é o bom-senso. Também ninguém pode ser condenado por isso a viver só. Nem é preciso.
Necessário se faz que a mulher que está se unindo a um homem nessa circunstância, tenha em mente que deverão ser mais unidos ainda, visto que além do próprio encargo financeiro, eventualmente terão entre eles o filho decorrente do outro casamento.
Não se trata aqui só da questão financeira em si; trata-se, também, do fato concreto de que haverá visitas ao filho, e visitas deste ao pai, muitas vezes trazidos à casa pela ex...
Então cabe a mulher estar muito ciente disso, e analisar se vale a pena.
--------------------------------------
ADhemyr Fortunatto - Escritor e Jornalista – Drt-SP 60.511
BLOG: http://adhemyrfortunatto.blogspot.com.br/
Autor dos livros:
1 - AS AVENTURAS DO BODÃO (humor)
2 - AMOR PERFEITO (Com Mariana Borges; autoajuda)
3 - REFLEXÕES DE UM SUJEITO À TOA (Crônicas/contos)
4 - Toda feminista tem um machão no coração (romance).
--------------------------------------
FACEBOOK.COM/ADhemyr Fortunatto
[email protected]


 Comente este texto
 Paralerepensar


Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: BgbH (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP será enviado junto com a mensagem.