A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 

 

Regilene Rodrigues Neves
Publicações
Perfil
Comente este texto
 
Poema
 
DESPINDO FANTASIAS
Por: Regilene Rodrigues Neves

por Regilene Rodrigues Neves

Vem - desabotoa minha blusa...
Arranca do meu corpo
Tudo que nos separa
Rasga minha pele
Com teus dentes
Cheios de desejos...

Desliza tua boca
Cheia de fome
Do meu corpo
Quero sentir teus lábios molhados
Do sabor espumante da minha tez...

Mordisca meus seios
Experimenta meu gosto
Suga toda essa luxúria
Ousada de sensualidade
Eles estão cheios de vontade
De sentir teu amor ávido de desejo
De provar minha carne...

Vem – que é minha vez de despi-lo...
Com minha boca desabotoar
Os botões que te vestem e nos separam...
Um a um a minha língua junto
Sentindo o suor emergido dos teus poros
Bebendo as gotículas do teu corpo

Vivendo fantasias
Até chegar à tua calça
E sentir a crescente volúpia
No bel-prazer da minha boca
E nesse momento
Me lambuzar do puro êxtase
Dos nossos corpos em completo delírio
Do fetiche obedecido num ritual de amor...

Vem – agora estamos nus.
Vamos comer e beber
Saciar a fome que despiu
De fantasias nossos corpos...

Em 15 de outubro de 2008





 Comente este texto
 Paralerepensar


Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: NTdN (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP será enviado junto com a mensagem.