A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 

 

 
Poesia
 
FLORÃO DA AMÉRICA
Por: Marcos Costa Filho



Minha Pátria
que eu cantava
em verso e prosa,
prometida foi
durante minha infância
e seguiu-se
na minha juventude,
ser com todo fulgor
o Florão da América.

Lá está encaixado
em ufanismo no Hino:
“Fulguras ó Brasil
florão da América”…
Maturei e vi perderem-se
tantos sonhos. Fui enganado.
As décadas se somaram
e tantas coisas mudaram
todo o colorido do Gigante
que tornou-se salpicado
de matizes, as mais cruéis,
em espúrios interesses,
ganâncias, desonestidade.

Dado minha idade,
assisti tantas mudanças,
mas ainda tenho esperanças
que ventos de honestidade
enfunem as velas da nau capitânia
e adentre o Gigante pelo mar imenso
da Ordem e Progresso, com seriedade,
e saia das trevas da insegurança.

 Comente este texto
 Paralerepensar


Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: RHCA (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP será enviado junto com a mensagem.