A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 

 

 
Crônica
 
PLUVIAL BALÉ
Por: Marcos Costa Filho



Que manhã molhada!... Vejo da janela do meu pequeno local de trabalho os pingos de chuva de encontro às lajotas a fazer uma dança. Um complicado, mas verdadeiro balé. Ponho atenção. Sinto um ritmado que me parecem compassos cheios de semifusas, dado a rapidez como ocorre, para poder dar este som, no qual não percebo uma nota em destaque. Em seguida, a água caída vai rápida correndo para o ralo. Escoa-se. Parece personagem que já cumpriu sua parte no todo e precisa deixar o palco. As plantas no jardim e nos vasos parecem aplaudir, com o abano de suas folhas ao sabor do vento, que por sua vez dá mostra de não ter pressa e é lento, a se mostrarem alegres pela parte que a chuva lhes proporciona para sua vitalidade. Em determinado momento: "pianíssimo"! Sinto como que haverá uma pausa logo a seguir. Não há mais som. Pelo menos ao alcance de minha capacidade de audição. Mas, sei que ainda chove, porque pontinhos se mostram nos impactos com o chão, aqui e ali. Ficou um pouco assim. Alguns minutos. O som retorna. Com a volta dele, vejo novamente o balé. Bem depressa de retorno ao palco. Penso que o momento anterior foi para troca de personagens. Segue o som agora bem audível. Volto a ver os pontos dançantes a fazerem na lajota verdadeiras evoluções. E, agora são mais intensos a variarem os locais da queda. Imagino ser, por exemplo, o segundo movimento, o segundo ato. Não sei até quando esse balé vai continuar. Sei, porém, que devo retornar aos meus afazeres, pois estar a apreciar este concerto implica em colocar à disposição dele um pouco do meu tempo, que poderá ser muito, caso a Divina autoria resolva compor este pluvial balé em muitos e muitos atos. Mas, dou graças a Ele por permitir que eu esteja aqui, ainda, a apreciar Sua obra.

 Comente este texto
 Paralerepensar


Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: YeaE (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP será enviado junto com a mensagem.