A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 

 

Escritor ADhemyr Fortunatto
Publicações
Perfil
Comente este texto
 
Crônica
 
POR QUE HOMEM URINA EM PÉ?...
Por: Escritor ADhemyr Fortunatto

TEXTO PUBLICADO EM NOSSA COLUNA DO JORNAL NOTÍCIAS, DE SÃO PAULO - SP, em 22.08.18
---------------------------------------------------------------------------
Estão na rua. Aí a criança --- um menino ---, diz que quer fazer xixi, a mãe aponta um canto, mandando: Faça ali. E logo que ele termina, ela ainda lembra: Balança o pintinho pra lá e pra cá...
Logo depois o menino quer saber porque teve que balançar. Então ela explica que foi para que a urina saísse toda, não molhasse a roupa.
E assim esse costume secular atravessou os tempos, chegando até hoje.
Casado, muitos anos depois, aquele mesmo menino, homem feito, mantém o costume de balançar para lá e para cá. A esposa sente cheiro de urina no banheiro, chama-lhe a atenção. E com a repetição do fato, começam as constantes brigas. Até que um dia ela anuncia:
--- Quando eu for mãe, e se for menino, vou ensiná-lo a mijar sentado! E após urinar, limpar com papel higiênico. Nada de fazer de pé, muitas vezes sem prumo, mijando para fora do vaso!
Ele fica estupefato! Filho meu não vai mijar sentado! --- diz, já de voz alterada, e ainda acrescenta --- Onde se viu? Macho mijar sentado? Ou você, mulher, quer que eu crie um filho bicha?
Ser ou não ser gay, eis a questão --- uma outra secular ditadura do cotidiano. E assim o cheiro de urina persiste, a esposa briga, o marido rebate; ela jura que quando tiver um filho o fará se acostumar a urinar sentado, e limpar com papel higiênico, pelo menos. O marido cutuca: Já vi que vou ter um filho bicha! Ela retruca:
--- O que sei é que filho meu não vai infectar nenhum banheiro com esse horrível cheiro de urina. Nada de balançar pra lá e pra cá. Nada de urinar em pé. Vai urinar sentado, e limpar devidamente. E pronto! Falei.

=================================
Escritor ADhemyr Fortunatto
Autor dos livros As aventuras do Bodão e Reflexões de um sujeito à toa
[email protected]
Facebook.com/ADhemyr Fortunatto

 Comente este texto
 Paralerepensar


Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: fUYV (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP será enviado junto com a mensagem.